Alemão da Ferrari largou em terceiro e ganhou pela 44ª vez na categoria

Alemão da Ferrari largou em terceiro e ganhou pela 44ª vez na categoria

O alemão Sebastian Vettel venceu o GP do Bahrein neste domingo (16), 44º triunfo de sua carreira na Fórmula 1, resultado que o mantém na primeira colocação do campeonato, com 68 pontos, sete à frente de Hamilton, o vice-líder.

Largando em terceiro, pelo lado mais limpo e aderente da pista, Vettel (Ferrari) tomou o segundo lugar de Hamilton e ficou no encalço de Bottas, então o líder, até que ganhou a liderança depois das trocas de pneus. A estratégia da equipe italiana foi essencial para que Vettel conseguisse a vitória. Circunstâncias outras também favoreceram o tetracampeão, como uma entrada do safety-car logo após ele ter feito sua primeira roca de pneus e uma punição imposta a Hamilton, que segurou Ricciardo no pit-lane.

A segunda colocação na prova ficou com Lewis Hamilton, da Mercedes, seguido por Valtteri Bottas, seu companheiro de equipe na Mercedes, que completou o pódio. Bottas, aliás, não digeriu bem seu lugar no pódio. Por duas vezes abriu passagem para Hamilton superá-lo.

Kimi Raikkonen, mais uma vez não conseguiu acompanhar o ritmo de Vettel e terminou em quarto. Daniel Ricciardo (Red Bull) foi o quinto e Felipe Massa completou o top-6 barenita, fazendo uma boa prova com a Williams.

A próxima etapa, quarta etapa do campeonato, acontece no dia 30 de abril, o GP da Rússia, em Sochi.

Foto: Scuderia Ferrari

Bottas manteve a ponta na largada, mas Vettel ganhou uma posição e fez uma corrida perfeita no Sakhir. Foto: Reprodução

 

 

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS TRÊS ETAPAS (DEZ PRIMEIROS):

 

 

A PROVA

Largada até a volta 10

Na largada, Vettel pulou de terceiro para segundo, ganhando a posição de Hamilotn, enquanto Bottas manteve-se na ponta. Massa, que largou em oitavo, ganhou duas posições.

Os seis primeiros ao término da primeira volta; Bottas, Vettel, Hamilton, Verstappen, Ricciardo e Massa.

Raikkonen pressionando Massa pela sexta colocação. Erro do finlandês na volta 5, que abusou da zebra e perdeu tempo.

Em primeiro, Bottas não conseguia abrir vantagem considerável para Hamiton. Na volta 6, vantagem de meio segundo. Bottas, então, era o mais lento do pelotão, até o quinto colocado, Ricciardo, ditando o ritmo da prova.

Na volta 8, Raikkonen ganhou a sexta colocação de Massa, abrindo a asa móvel no final da reta dos boxes.

Parada para Lance Stroll na volta 9, que teve sua Williams calçada com pneus macios.

Problema com Magnussen na volta 9. O piloto da Haas estacionou seu carro em uma área de escape.

Volta 11 a 20

Movimentação nos boxes da Ferrari. Vettel entoru nos boxes para calçar sua Ferrari com supermacios.

Parada de Verstappen na volta 12, retornando com supermacios.

Fim de prova para Max Verstappen na volta 12. O holandês passou reto, com problema de freios. Ele acabou tocando de leve sua Red Bull na barreira de proteção.

Mais dois abandonos: Stroll e Sainz na volta 13, por conta de toque entre os dois. 

Safety-car na pista e os dois carros da Mercedes entraram para troca de pneus.

Bom para Vettel que já tinha feito sua parada e tomou a liderança. 

Com a saída do carro de segurança, na volta 17, Bottas em segundo tentou recuperar a posição mas Vettel fechou a porta e manteve-se à frente.

Os seis primeiros na volta 18: Vettel, Bottas, Hamilton, Massa, Raikkonen e Ricciardo.

Hamilton ganha a segunda posição de Bottas, que não ofereceu resistência.

Punição de 5 segundos determinada a Hamiltonl por ter segurado Ricciardo no pit-lane, reduzindo muito a velocidade.

Volta 30 a 40

Nova parada para Vettel, que voltou em quarto e logo subiu uma posição, ultrapassando Raikkonen.

Os seis primeiros no giro 37: Hamilton, Vettel, Raikkonen, Bottas, Ricciardo e Massa.

Raikkonen nos boxes para troca de pneus na volta 38. Parada também para Felipe Massa, em 2,4s.

Diferença caindo entre Hamilton e Vettel.

volta 45 até o final (volta 57)

Parada de Hamilton na volta 42. Ele cumpriu os cinco segundos de punição antes dos mecãnicos trocarem os pneus da Mercedes.

Hamilton voltou em terceiro.

Os seis primeiros: Vettel, Bottas, Hamilton, Raikkonen, Ricciardo e Massa.

Hamilton chegou em Bottas e o ultrapassou facilmente, na volta 47.

Abandono de Ericsson na volta 52. O sueco encostou sua Sauber em razão de um problema de câmbio.

Com melhores pneus, Hamilton reduziu muito a diferença para Vettel nas últimas voltas. 6,5s restando três voltas.

Vettel superou três retardatários (Alonso, Wehrlein e Ocon) e deixou o problema para Hamilton.

Restando uma volta, abandono de Alonso, com mais um problema no motor Honda de sua McLaren.

Vettel conseguiu se manter à frente e venceu o GP do Bahrein, com Hamilton e segundo e Bottas em terceiro.

  

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2016

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    80
  • 2 San
    71
  • 3 Fla
    71
  • 4 Atl
    62
  • 5 Bot
    59
  • Veja tabela completa