publicidade
Camisa 39 ofereceu perigo nas cabeçadas; foi dele o gol de empate em SC

Camisa 39 ofereceu perigo nas cabeçadas; foi dele o gol de empate em SC

Em duelo de equipes que tentam se afastar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e Bahia ficaram no empate em 1 a 1 nesta quarta-feira. A partida aconteceu na Arena Condá, em Chapecó, e foi válida pela 18ª rodada da competição. Túlio de Melo e Rodrigão marcaram os gols.

Com o resultado, os dois times seguem com o alerta ligado na classificação. A Chape foi a 22 pontos, enquanto o Bahia foi a 20. Coritiba (19 pontos), Avaí (17), Vitória (13) e Atlético-GO (12) abriram a rodada nas quatro últimas colocações.

Os times agora voltam a entrar em campo no domingo, às 16h (horário de Brasília), em compromissos pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Bahia recebe o São Paulo na Arena Fonte Nova, a Chape visita o Coritiba no Estádio Couto Pereira. No dia seguinte, a equipe catarinense enfrenta o Barcelona no Camp Nou pelo Troféu Joan Gamper.

Preto Casagrande comanda Bahia

O Bahia demitiu o técnico Jorginho na última segunda-feira. Sem treinador, o time foi comandado interinamente por Preto Casagrande, ex-volante do clube entre 2001 e 2003 e também em 2007. Como jogador, Preto Casagrande atuou também por clubes como Santos, Fluminense e Vitória. Desde 2016, é auxiliar-técnico permanente do clube.

Melhor em campo: Rodrigão

Em uma partida de poucas emoções, coube ao camisa 39 do Bahia protagonizar as melhores oportunidades de gol. No primeiro tempo, de cabeça, empatou o jogo. No segundo, também em um cruzamento, quase virou o placar - e só não conseguiu porque Jandrei fez sua melhor defesa na partida.

Pior em campo: Mendoza

O colombiano foi muito cobrado pelo técnico Preto Casagrande, em especial no primeiro tempo, para avançar à área de Chapecoense. Sem movimentação, facilitou o trabalho da defesa catarinense. Na primeira boa chance, aos 37 min da etapa inicial, Mendoza aproveitou o cruzamento de Eduardo, mas cabeceou por cima do gol. No segundo tempo, a melhor oportunidade do camisa 17 foi em um chute sem força aos 35 min, que Jandrei defendeu sem dificuldades. Acabou substituído.

Bahia melhor? Túlio de Melo abre o placar

Em um jogo de início fraco, o Bahia ameaçava começar a pressionar. Mas coube à Chapecoense abrir o placar aos 20 min do primeiro tempo: após cruzamento de Apodi pela direita, Arthur Caike escorou de cabeça na área e Túlio de Melo chegou para dividir por cima com o goleiro Jean, cabeceando para as redes.

Em chance rara, Bahia empata de cabeça

O jogo tinha poucas oportunidades, e o Bahia quase não oferecia perigo. No entanto, quando ofereceu, chegou ao empate. Aos 39 min do primeiro tempo, Matheus Reis levantou a bola na área pela esquerda; Douglas Grolli perdeu a disputa e Rodrigão cabeceou no canto de Jandrei.

Na comemoração, o camisa 39 ainda observou a arbitragem para garantir a legalidade do lance. Em compensação, no banco de reservas, João Paulo recebeu o cartão amarelo por entrar em campo para celebrar o empate.

No segundo tempo, Bahia em busca da virada

A volta para o segundo tempo mostrou o Bahia mais disposto a virar o jogo do que uma Chape procurando recuperar a vantagem. Aos 22 min, Juninho - que entrou no lugar de Régis - cruzou a bola na área para a cabeça da de Rodrigão; o gol só não saiu porque Jandrei se esticou no contrapé e tirou a bola.

Os donos da casa buscaram um time mais ofensivo quando Vinícius Eutrópio sacou Seijas para a entrada do estreante Guerrero. Ainda assim, o time baiano seguiu ocupando melhor os espaço e tentando surpreender Jandrei.

FICHA TÉCNICA
Chapecoense 1 x 1 Bahia

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 2 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Gols: Túlio de Melo, aos 20 min do 1º T (CHP); Rodrigão, aos 39 min do 1º T (BAH)
Cartões amarelos: Apodi, Fabrício Bruno, Reinaldo e Túlio de Melo (CHP); João Paulo e Eder (BAH)

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Andrei Girotto, Lucas Marques e Seijas (Guerrero); Lourency (Júlio César), Túlio de Melo e Arthur Caike (Moisés Ribeiro)
Técnico: Vinícius Eutrópio

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Edson, Régis (Juninho) e Zé Rafael (Gustavo Ferrareis); Mendoza (Eder) e Rodrigão
Técnico: Preto Casagrande

Foto: TARLA WOLSKI/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO (retirada do portal UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa