publicidade
Meia-atacante já andou na mira de clubes da Europa, mas não saiu do Inter ainda. Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação

Meia-atacante já andou na mira de clubes da Europa, mas não saiu do Inter ainda. Foto: Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação

Eduardo Sasha, 25 anos, já esteve em vias de ser a salvação das contas do Internacional em mais de uma temporada. A saída para a Europa não aconteceu e o meia-atacante seguiu no Beira-Rio, sendo titular e em muitos momentos peça importante. Agora, ele já recusou saídas e mantém o plano de seguir no Colorado. Só que essa posição do atleta gera um problema.

O Inter planejava negociar Sasha, mediante uma boa oferta. Tinha interessados. Mas a vontade do meia-atacante derrubou as chances de saída que apareceram até agora.

O problema não chega a ser técnico. O Internacional entende que Eduardo Sasha é útil, pode ajudar. Mas na ideia de ter mais opções, com características diferentes, a decisão do jogador de ficar em Porto Alegre atrapalha até certo ponto.

Cheio de jogadores, o Colorado tem procurado negociar com outros clubes envolvendo atletas. Os recursos limitados também aumentam a importância de colocar nomes em meio aos acordos com terceiros. Com Sasha ainda não deu certo.

Na conversa com o Fluminense, por exemplo, por Wellington Silva. O Inter tentou uma troca de empréstimos, mas não houve acerto. Sem o acordo, o Colorado vai ter que pagar ao clube carioca pela cessão dos direitos do atacante velocista.

O Sport foi outro que demonstrou interesse em Eduardo Sasha. O jogador avisou que não quer jogar na Ilha do Retiro e, por consequência, a equipe de Recife travou as conversas por Rithely, um alvo antigo do Colorado.

Lesão e rebaixamento afetaram ascensão de Sasha

Promovido ao time principal do Inter no final de 2010, sendo inscrito para o Mundial de Clubes, Sasha despontou mesmo três anos mais tarde. Quando esteve emprestado ao Goiás.

Depois daquela temporada, voltou ao Beira-Rio com inúmeros interessados. Abel Braga, então treinador do Colorado, pediu a permanência e viu o meia-atacante crescer ainda mais de produção. Veio o ano de 2015 e Diego Aguirre.

Com Aguirre o desempenho de Sasha também foi bom, mas acabou afetado por uma lesão no tornozelo. A cirurgia antes da semifinal da Libertadores atrapalhou a temporada e brecou o interesse de clubes da Europa nele. Em 2016, com Argel Fucks, voltou a ter destaque no time e igualmente recebeu sondagens do exterior. A queda de produção da equipe, que acabaria rebaixada, afastou a chance de uma nova transferência.

Agora, às portas de 2018, Eduardo Sasha segue no Internacional. Ainda com interessados, mas com o plano de continuar no Beira-Rio.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa