publicidade
Tive sorte, essa sorte que é o encontro da capacidade com a oportunidade. E para se ter sorte na vida basta... trabalhar!

Tive sorte, essa sorte que é o encontro da capacidade com a oportunidade. E para se ter sorte na vida basta... trabalhar!

 

 

 

 

 

 

 

Por Milton Neves

Cheguei de Minas em 1972, com as duas mãos atrás ou na frente, morei em repúblicas da Alameda Jaú e da Rua Pamplona e no porão da "Pensão da Angélica" na Rua Alfredo Ellis, nº 185, Paraíso.

1

Infância em Muzambinho - Na imagem, Milton Neves (sentado ao centro) aparece com sua avó Beatriz, irmão e primos

Estudava jornalismo no Objetivo à noite e trabalhava na Jovem Pan cedo, à tarde e... à noite, em dias de jogos ou de lutas de boxe, às sextas-feiras.

Por anos, trabalhei sete dias por semana, ganhando merrecas.

E foram 33 anos sem vale-refeição ou vale-transporte.

Podia isso, Arnaldo?

E aos domingos trabalhava das 8h30 às 22h sem nem um cafezinho.

Sei disso hoje, mas tenho orgulho de minhas décadas de "jovempanista".

Será que aquilo ali produzido e veiculado será um dia repetido em 100% no rádio esportivo?

25

Um sufoco, mas me formei em 77, fiquei na Jovem Pan por 33 anos e na pensão da Alfredo Ellis morava e dormia em cama de um dos dois beliches triplos ao lado de cinco japoneses de Marília que estudavam a noite toda.

Por onde andariam?

3

Faustão e a equipe da Jovem Pan - A equipe da Rádio Jovem Pan se reuniu, em 1973, no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o famoso Morumbi. Da esquerda pra direita, você confere: Joseval Peixoto, Orlando Duarte, Cláudio Carsughi, Osmar Santos, Israel Gimpel, Milton Neves, Randal Juliano, Constantino Ranieri, Fausto Silva, Leônidas da Silva, Candido Garcia, Edemar Annuseck e Aluani Neto. Deles, até agora em 2015, só Joseval Peixoto continua na Jovem Pan. Daquela equipe já morreram Randal Juliano, Cândido Garcia, Leônidas da Silva, Israel Gimpel e Aluani Neto

Era repórter de trânsito urbano, rodoviário, setorista no Detran (até 76) e plantão esportivo.

Entrei no lugar de Fausto Silva, o Faustão, como reserva de Narciso Vernizzi, aos sábados.

Depois deu para alugar um apartamento na Rua Topázio, mais tarde outro na Paula Ney e em 77, graças a "curto" financiamento de 15 anos no Itaú, fui morar na Rua Capote Valente, 513, edifício Villa Adriana.

Apartamento 123. Cissa Guimarães, a atriz hoje ainda tão triste pela morte de seu filho skatista, morava no 124 com o então marido Paulo César Pereio.

Ele continua lá, alugado.

O primeiro apartamento a gente nunca esquece, não é, Washington Olivetto?

4

Milton Neves com sua esposa e filhos, nos anos 80

Fiquei lá 10 anos e meus três filhos ali foram "concebidos" e criados.

Depois de nove anos de Constantino de Souza, no Campo Belo, deixei São Paulo, fui para o subúrbio e já estou agora de olho coçando para morar em Miami de vez, para ciúmes de Guarujá, Guaxupé e Muzambinho.

6

Amigos da juventude de Milton Neves (o primeiro agachado da esquerda para a direita), em Muzambinho

E, quem sabe, Nova York.

Lá, estou em Tribecca e em Upper East Side, Manhattan.

NY

Brindando em mais uma noite geladíssima de dezembro de 2014, no Upper East Side de NY

tribecca certo

Visual do 67º andar do Tribecca Four Seasons Private Residences (para conhecer e/ou investir, CLIQUE AQUI) em fase de conclusão de obras. O super-prédio azul é o One World Trade Center, o primeiro que nasceu ali depois do 11 de setembro

Em Miami-FL "moro" na 1951 "Suor" Avenue, Sunny Isles.

7

E para isso suei tanto quanto tem água salgada defronte ao edifício que beija o céu.

Já se foram... 44 anos de São Paulo!!!

Jornalista profissional diplomado e Escrivão de Polícia aposentado, hoje tocando a bola em todas as mídias, tenho na seção "Que fim levou?" do Portal de Memória Esportiva "miltonneves.com.br", minha paixão maior, quase única e perene.

8

Já as outras atividades são tão firmes quanto prego na gelatina e podem desaparecer a qualquer momento.

Mas, curioso, elas não param de me escalar em seus times, apesar de veterano já sexagenário, curvado, cansado, surpreso e feliz.

Mas, está bom demais, mesmo que o veinho aqui já esteja comprando bengalas.

Só que já deu para fazer delicioso o "Canal 100" na TV Manchete em 94, narrar futebol na TV Jovem Pan em 90 e 91 e fazer a "Mesa Redonda" com o Roberto Avallone em 85, 86 e 87, na TV Gazeta.

9

Foram bons treinos para os sete anos deliciosos na Record, 13 (em dois períodos) de Band – a que me inventou e abrigou -, 33 anos de Jovem Pan, 12 de Rádio Bandeirantes, 11 de Band News FM, seis de Rádio Trânsito 92,1 e quase quatro anos de Bradesco Esportes FM.

Além de 22 anos de colunas “Terceiro Tempo” no extinto Diário Popular e no Agora São Paulo do Grupo Folha.

Na internet, o "miltonneves.com.br" é o primeiro site individual esportivo - hoje Portal - de um jornalista no Brasil e abrigado pelo UOL e BOL.

O Blog, graças a Rogério Micheletti e a Gustavo Grohmann, o primeiro esportivo ilustrado, desenhado e estilizado.

Sobre rádio não falo, por redundância e obviedade recorrentes.

Eu sou Rádio FC e nele sou peixe n´água. E peixe não fala, mas rádio faço mudo. E bem.

Também com 12 anos como colunista de "Placar" e pioneiro como âncora esportivo de mídia eletrônica, tenho ocupação em escritório e redação profissionais conduzidos por amigos funcionários que militam e dominam o jornalismo, mercado financeiro, mídia, pecuária, agronegócio, eventos, palestras, PDV´s, área imobiliária, internet e publicidade.

terceiro tempo

Quatro craques do futebol e um do jornalismo esportivo. Da esquerda para a direita: Zagallo, Pelé, Carlos Alberto Parreira, Milton Neves e Robinho. Todos reunidos no programa Terceiro Tempo, da Rede Record de Televisão

super

O emblemático "SuperTécnico" - Com Oswaldo de Oliveira, Zagallo, Pelé, Parreira e Luxemburgo

Tudo isso graças a Deus, aos times do Santos FC de 56 a 63 e jamais vou me esquecer do conceitual "SuperTécnico", "Gol, o Grande Momento", "Melhor de Todos", "Esporte Total Debate", "Debate Bola", "Cidade Alerta" - meu maior contrato -, "Terceiro Tempo" na Jovem Pan e Band AM, TVs Record e Band, "Pré-Jogo", "Band Mania", "Band na Copa", "Band na Euro", "Olimpíada Band-2016", "Golaço" da Rede Mulher, "Tribuna do Esporte" da TV Assembleia e "Roleta Russa", da Rede Record.

Aliás, na roleta de minha vida, não houve um só tiro errado a sair pela culatra.

Tive sorte, essa sorte que é o encontro da capacidade com a oportunidade.

E para se ter sorte na vida basta... trabalhar!!!

Saiba que, quanto mais você trabalhar, mais sorte você terá.

Morando em porão ou em mansão.

tambore

Observe o filete verde serpenteando no jardim. É o fio de um microfone, o microfone estilizado na ponta. Obrigado, Microfone!

15

Na Faculdade - Estudantes de jornalismo, em 1972. Em uma sala de aulas das Faculdades Objetivo, na Avenida Paulista, o "menino" Milton Neves, aos 20 anos. Com ele, na foto, quatro "sumidos" colegas de classe

16

Formatura em Muzambinho-MG - Em janeiro de 1969, Milton, à cabeceira da mesa, com amigos de formatura, em Muzambinho, preparando-se para morar em São Paulo. Ao lado de Milton, de camisa branca, Tôti. O cardápio do jantar? Só dá para saber que o azeite, à direita, era Carbonell. E o outro, à esquerda, era Maria

17

Milton "Michels"? Aventura como técnico de garotos em Muzambinho

18

Milton Neves, o pequenininho, com o irmão Homero

19

Com as netas Giulia e Maria Beatriz, filhas de Fábio e Roberta

20

Milton Neves, o quarto em pé, como zagueirão em Muzambinho

21

Mãe Carmen, a primeira, tia Margarida, na outra ponta, vó Isolina, irmão e primos

1-

Equipe do "Jornal de Esportes", da Jovem Pan

2-

Rádio Bandeirantes - Com os sempre premiados Mauro Beting, José Silvério e Leandro Quesada

3-

"Esporte Total Debate" - Milton Neves conversa com Parreira e com Orlando Duarte

4-

"Melhor de Todos" - Neste dia, Evair e Caio Ribeiro participaram da atração da Band

5-

"SuperTécnico" - Com Oswaldo de Oliveira, Zagallo, Pelé, Parreira e Luxemburgo

6-

"Terceiro Tempo", da Record - Dia em que participaram Emerson Leão e Nilton Santos

7-

"Terceiro Tempo", da Band - Com Ronaldo Fenômeno, de presença tão rara em programas esportivos

8-

"Debate Bola" - O programa, que ia ao ar na hora do almoço, marcou época na Rede Record

 

SONY DSC

"Band Mania" - Atração especial da Rede Bandeirantes para a Copa do Mundo de 2010

10-

"Band na Copa" - Outro programa especial da Band, este para a Copa do Mundo de 2014

11-

"Cidade Alerta" - Milton Neves comandou o programa policial da Record em 2003

12-

"Roleta Russa" - O "game show" foi apresentado por Milton Neves de 2002 a 2003

13-,

"Golaço" - O programa esteve no ar na Rede Mulher de fevereiro de 2005 a setembro de 2007

Preto e Branco certa

Quando comecei o programa Terceiro Tempo na Jovem Pan eu era bem desarrumado, mas no quinto aniversário estava mais arrumadinho

5

Em novembro serão 43 anos do dia em que tentei virar dentista na Universidade Federal do Paraná. Ainda bem que tomei "pau", porque jamais tive habilidade manual e seria um péssimo dentista. E não é que Deus tinha me reservado um caminho melhor de vida como jornalista?

Barddal Montagem

Em Curitiba-PR, em 1971, fiz o "Cursinho Barddal", me preparando para o Vestibular de Odontologia. Lá na capital paranaense passei fome e frio e larguei do cursinho após 2 meses de mensalidades atrasadas

Carteira de Escrivao

Minha carteira do Sindicato dos Escrivães de Polícia do Estado de São Paulo

Macabiadas montagem

Maravilhosas as Macabíadas no final dos anos 80 e início dos 90... Acima as credenciais nos VI Jogos Macabeos Panamericanos (Caracas, Venezuela, 1987) e Israel (1993). Abaixo, Israel (1989)

Montagem JP

Minha primeira carteirinha como repórter da Rádio Jovem Pan I, em 1973

Petrobras Montagem

Em 1971, sem rumo na vida, aos 20 anos, tentei entrar na Petrobras como "Operador Estagiário"! Seria uma honra, mas muito "burro" e sem saber quase nada de Física, Química e Matemática e muito "malemá" de datilografia, levei "pau" e não passei. Mas Deus tinha reservado uma melhor trajetória para mim. Obrigado, meu Deus

Radio Colombo

Em 1971 eu era "Chefe" de Esportes da Rádio Colombo de Curitiba-PR. Sabem quantos jornalistas integravam "minha equipe"? Nenhum! Eu era chefe de mim mesmo!

Joao do Pulo

Em 1975, o João do Pulo saltou 17,89 metros no México, voltou ao Brasil, comprou um Passat e foi tirar carta no Detran. Aí, eu tirei um retrato com ele!

Aceesp

Em 1984, no clube "A Hebraica" de São Paulo, recebi o primeiro de inúmeros troféus Ford Aceesp. Na foto, à direita, o ótimo João Carlos Albuquerque, o Canalha. À esquerda está o saudoso Blota Júnior. Bem no canto esquerdo está grande Mário Marinho

******************

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    47
  • 2 Grê
    40
  • 3 San
    37
  • 4 Pal
    33
  • 5 Fla
    32
  • Veja tabela completa