publicidade
Carille ressaltou a resposta dada por Jô em campo depois de tanta desconfiança

Carille ressaltou a resposta dada por Jô em campo depois de tanta desconfiança

Diego Salgado
Do UOL, em São Paulo

O atacante Jô terá nova chance de reforçar o papel de carrasco dos rivais do Corinthians em 2017 neste domingo. O time corintiano, com o jogador no comando do ataque, recebe o São Paulo em Itaquera pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Contratado ainda em outubro do ano passado sem grande empolgação dos torcedores, Jô conseguiu se tornar, sobretudo nos clássicos, uma das principais peças do Corinthians do técnico Fábio Carille. Com 11 gols na temporada - seis deles contra os rivais -. o camisa 7 figura entre os principais artilheiros do ano no futebol brasileiro.

Hoje, Jô está atrás de sete jogadores: Fred (18 gols), Henrique Dourado (17), Guerrero e Barrios (13), além do quarteto Pottker, Luan, Brenner e Lucca, com 12. No Brasileirão, Jô é o terceiro na relação de artilheiros, com quatro gols, mesma marca de Lucca. Henrique Dourado lidera com sete, dois a mais que Luis Fabiano.

Depois do penúltimo treino do Corinthians antes do clássico com o São Paulo, Carille ressaltou a resposta dada por Jô em campo depois de tanta desconfiança. Além disso, citou a importância do jogador de 30 anos em relação aos atletas mais jovens do elenco.

"Jô é maduro, experiente, viveu várias coisas na vida, Arábia, China. Ele está me ajudando muito a controlar a preocupação dos meninos. Traz muita confiança para ele [marcar gols em clássicos], se falou muito dele no momento da chegada e hoje ele está dando a volta por cima", disse o treinador do Corinthians.
Jô apresenta melhora de desempenho

O atacante mostrou poder de decisão desde o primeiro clássico, contra o Palmeiras, ainda em fevereiro. Na ocasião, o atacante entrou em campo aos 42 minutos do segundo tempo e marcou o único gol da partida na primeira participação.

Depois, Jô balançou a rede na vitória contra o Santos por 1 a 0 e no empate por 1 a 1 com o São Paulo no Morumbi, ainda na fase de grupos do Paulistão. Na semifinal, voltou a marcar nos dois duelos com os são-paulinos (vitória por 2 a 0 e empate por 1 a 1). No Brasileirão, foi às redes na semana passada, no triunfo por 1 a 0 sobre o Santos.

Com média de um gol por clássico, Jô fez cinco gols em 23 jogos contra outros times em 2017 (média de 0,22). Nos últimos confrontos, já pelo Brasileiro, entretanto, o centroavante conseguiu marcar contra Chapecoense (1 a 1), Vitória (1 a 0) e Vasco (5 a 2) - antes havia feito apenas diante do São Bento (1 a 0) e o Luverdense (1 a 1).
Artilheiros da temporada

18 gols
Fred (Atlético-MG)

17 gols
Henrique Dourado (Fluminense)

13 gols
Guerrero (Flamengo)
Barrios (Grêmio e Palmeiras)

12 gols
Luan (Grêmio)
Brenner (Inter)
Lucca (Ponte Preta)
William Pottker (Inter e Ponte Preta)

11 gols
Jô (Corinthians)
Régis (Bahia)
Wellington Paulista (Chapecoense)
Kléber (Coritiba)
Ábila (Cruzeiro)
Richalison (Fluminense)
Gilberto (São Paulo)
Diego Souza (Sport)

10 gols
Nico López (Inter)
Pratto (São Paulo)
André (Sport)
Kieza (Vitória)
André Lima (Vitória)

9 gols
Willian (Palmeiras)

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF (Retirada do Portal UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    71
  • 2 Grê
    61
  • 3 Pal
    60
  • 4 San
    59
  • 5 Cru
    56
  • Veja tabela completa