publicidade
Bruno Rodrigo não marcava há 19 jogos pelo Cruzeiro

Bruno Rodrigo não marcava há 19 jogos pelo Cruzeiro

Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte

O Cruzeiro está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. A vitória sobre o Botafogo por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (21), no Mineirão, garantiu a qualificação da equipe para a próxima fase do torneio nacional. O zagueiro Bruno Rodrigo foi o responsável por marcar o único gol do confronto no jogo de volta das oitavas de final.

No primeiro compromisso, os mineiros venceram os cariocas por 5 a 3 na Arena Botafogo, localizada na Ilha do Governador, na capital fluminense. Com o resultado, o mandante poderia perder por até dois gols de diferença, desde que os visitantes marcassem quatro vezes. O triunfo, contudo, deixou a equipe ainda mais confortável.

O melhor: Ariel Cabral distribui o jogo no meio de campo

O argentino voltou a ganhar espaço com Mano Menezes e, na partida desta quarta-feira, ele fez jus à escolha do técnico. O futebol apresentado foi condizente com a confiança dada pelo treinador. Atuando à frente da defesa, o gringo iniciou as principais jogadas ofensivas da equipe de Belo Horizonte. Ele ainda se deu bem no setor defensivo, ao impedir as ações do visitante.

O pior: Bruno Silva dá espaço e quase complica Helton Leite

O volante foi um dos poucos titulares a atuar na eliminação do Botafogo na Copa do Brasil. Bruno Silva deu muito espaço para os jogadores do Cruzeiro, sobretudo para o uruguaio Giorgian De Arrascaeta. Ele quase marcou um gol contra no compromisso. Na ocasião, o meio-campista afastou o perigo na direção de sua própria meta e Helton Leite tentou efetuar o domínio com os pés, receoso por ser um recuo. Ramón Ábila quase interceptou a bola, mas o goleiro afastou o perigo.

Bruno Rodrigo não marcava há 19 jogos pelo Cruzeiro

Um dos principais nomes do Cruzeiro entre 2013 e 2014, quando os mineiros faturaram o bicampeonato brasileiro, Bruno Rodrigo voltou a marcar nesta quarta-feira (21) após 19 partidas de jejum. O zagueiro não estufava as redes adversárias desde a vitória sobre o Atlético-MG, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, a equipe celeste venceu o arquirrival por 3 a 2 em pleno estádio Independência.

Substituto de Sassá, Luis Henrique falha nas finalizações pelo Botafogo

O garoto Luis Henrique foi o escolhido para ser a referência do ataque do Botafogo. O jovem, contudo, não obteve êxito nos lances ofensivos. Ele não chutou nenhuma bola sequer na direção do gol defendido por Rafael. Todas as finalizações do atacante foram longe da meta adversária. Não é à toa que ele foi substituído por Gervasio Nuñez no segundo tempo do compromisso.

Mano não se acomoda e coloca Cruzeiro no ataque

Mano Menezes não se sentiu confortável com a vantagem construída por 5 a 3 na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O treinador posicionou a equipe no 4-1-4-1 nos lances de ataque, avançando Ariel Cabral a uma linha ofensiva, ao lado de Rafinha, Élber e Giorgian De Arrascaeta. Nos lances defensivos, os mineiros mantiveram o esquema tático e seguraram a equipe visitante.

Jair Ventura coloca time misto e Botafogo acaba eliminado
O treinador do Botafogo escalou uma equipe repleta de reservas na partida disputada no Mineirão. Nem o goleiro estava entre os titulares. A escolha foi com o intuito de privilegiar o Campeonato Brasileiro. O treinador, inclusive, entrou em campo com três homens de contenção no meio de campo. A formação, contudo, não deu certo.

 

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    54
  • 2 San
    44
  • 3 Grê
    43
  • 4 Pal
    43
  • 5 Cru
    40
  • Veja tabela completa