publicidade
Neílton fez o gol do Vitória. Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória/Via UOL

Neílton fez o gol do Vitória. Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória/Via UOL

Vitória e Cruzeiro apenas empataram em 1 a 1 na tarde deste domingo (5), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo muito movimentado, Neilton abriu o placar em cobrança de pênalti. Manoel, de cabeça, igualou o marcador no segundo tempo do confronto ocorrido no Barradão, em Salvador.

Com o resultado, o Cruzeiro, que entrou com um time repleto de reservas, fica na oitava colocação do Brasileirão, com 25 pontos. O time de Mano Menezes se distancia cada vez mais dos líderes. O Vitória está na 14ª posição, com 19.

A Raposa volta a campo nesta quarta-feira (8) para enfrentar o Flamengo, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América. A partida acontece no Maracanã. Os mineiros pouparam todos os titulares no duelo deste fim de semana. O Leão do Barradão entra em campo no domingo (12) para enfrentar o Grêmio pela 18ª rodada do Brasileirão. O jogo acontece na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

O melhor: Neilton brilha e faz gol de pênalti para o Vitória

Neilton foi muito importante para o Vitória no jogo ocorrido neste domingo em Salvador. O camisa 10 acertou um chute na trave, sofreu um pênalti em jogada contra Murilo e balançou a rede de Rafael em cobrança de penalidade. Ele foi o grande nome do jogo, sobretudo no setor ofensivo.

O pior: Bruno Silva volta a fazer jogo ruim e é substituído no intervalo

Escalado como ponta direita, o meio-campista decepcionou ofensivamente e fez partida muito ruim no setor defensivo. Voltou a jogar como volante no decorrer do jogo e foi ainda pior. Errou em um lance que culminou em bola na trave de Neilton.

Arma aérea, Manoel faz primeiro gol no ano

Contratado em 2014 por Alexandre Mattos, Manoel se tornou uma arma ofensiva do Cruzeiro, sobretudo em jogadas de bola aérea. O zagueiro, entretanto, marcou o seu primeiro gol em 2018. Presente em oito jogos nesta temporada, ele aproveitou cobrança de falta de Arrascaeta para balançar a rede de Ronaldo.

Excesso de volantes faz Cruzeiro chutar pela primeira vez após 22 minutos

Mano Menezes exagerou no número de volantes no meio de campo do Cruzeiro. O treinador escalou um time com três homens de contenção no setor - Lucas Romero, Ariel Cabral e Bruno Silva. Com o trio, a equipe encontrou dificuldades para chegar ao gol do Vitória. Não é à toa que o primeiro chute só saiu aos 22 minutos do segundo tempo. Lucas Romero fez boa jogada pelo meio de campo e encontrou David livre de marcação na intermediária. O atacante exigiu boa defesa de Ronaldo em finalização da intermediária.

Improvisado como centroavante, Sóbis cria boas chances

Rafael Sóbis foi, sem dúvidas, o principal nome do Cruzeiro no jogo disputado no Barradão. O atacante chutou duas bolas na trave adversária e foi quem mais se destacou no confronto ocorrido no Barradão. Ele não estufou a rede de Ronaldo por detalhes. Indiscutivelmente, foi quem mais apareceu e chamou a responsabilidade no ataque do visitante no duelo válido pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Arrascaeta volta a aparecer ofensivamente

Giorgian De Arrascaeta vive fase iluminada com as cores do Cruzeiro. Desde a volta do futebol brasileiro, após a paralisação para a Copa do Mundo, ele se tornou decisivo para o time de Mano Menezes. Os números mensuram a importância do uruguaio na Raposa. Ele participou de quatro gols até aqui. Além de estufar as redes duas vezes, ele chegou à segunda assistência neste domingo. O jogador mandou para Manoel estufar a rede.

Cruzeiro sofre 11 gols em oito jogos do Brasileirão

Mano Menezes costuma prezar pelo sistema defensivo. No entanto, esta não tem sido uma virtude do técnico na atual edição do Campeonato Brasileiro. Pelo contrário. Os seus comandados chegaram ao oitavo jogo seguido com gols sofridos. Com a bola na rede de Neilton no jogo deste domingo, o time contabiliza 11 bolas em sua meta em oito partidas. Os jogos foram contra Vasco, Chapecoense, Paraná, América-MG, Atlético-PR, Corinthians, São Paulo e Vitória.

Árbitro causa polêmica e cruzeirenses reclamam

A arbitragem chamou a atenção no jogo ocorrido na tarde de domingo no Barradão. Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) assinalou pênalti de Murilo em Neilton em um lance que causou reclamação. Os atletas do Cruzeiro alegam que o lance ocorreu fora da área. Nos minutos finais, o juiz anulou um gol do zagueiro Manoel. Ele assinalou falta do atleta em Aderllan na jogada.

Ficha técnica
Vitória x Cruzeiro

Motivo: 17ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Barradão, em Salvador (BA)
Data: 5 de agosto de 2018 (domingo)
Horário: às 16h (de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa/RJ) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Gols: Neilton - 27min/2ºT (1-0); Manoel - 30min/2º (1-1)

Cartão amarelo: Marcelo Meli, Arouca, Erick (Vitória); Murilo, Bruno Silva, David, Marcelo Hermes, Arrascaeta (Cruzeiro)

Vitória
Ronaldo; Jeferson, Ruan Renato, Aderllan e Bryan; Fillipe Soutto, Arouca e Marcelo Meli (Erick); Neílton (Wallyson), Yago (Lucas Fernandes) e Walter Bou.
Técnico: João Burse.

Cruzeiro
Rafael, Ezequiel, Manoel, Murilo e Marcelo Hermes; Ariel Cabral, Bruno Silva (Rafinha), Lucas Romero e Mancuello; Rafael Sóbis (Arrascaeta) e David (Raniel).
Técnico: Mano Menezes.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    59
  • 2 Int
    56
  • 3 Fla
    55
  • 4 São
    52
  • 5 Grê
    51
  • Veja tabela completa