publicidade
O Cruzeiro volta a atuar em 19 de julho, no Mineirão, contra o América-MG

O Cruzeiro volta a atuar em 19 de julho, no Mineirão, contra o América-MG

Do UOL, em Belo Horizonte

Paraná e Cruzeiro não saíram de um empate em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (13), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Rafael Sóbis abriu o placar em cobrança de pênalti na Vila Capanema e Silvinho igualou o marcador.

Com o resultado, a Raposa chega a 18 pontos e continua fora da zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Os paranistas estão na zona de rebaixamento, com dez. O Cruzeiro volta a atuar em 19 de julho, no Mineirão, contra o América-MG. O Paraná joga no dia anterior, no Barradão, diante do Vitória.

O melhor: Raniel participa das melhores jogadas do Cruzeiro

Escolhido para entrar na vaga de Sassá, que sofreu uma pancada no joelho esquerdo na última rodada, Raniel fez uma boa partida na Vila Capanema. O centroavante deu um belo chapéu em Neris e deixou Robinho em condição de marcar no primeiro tempo. Na volta do intervalo, ele fez ótima jogada individual e exigiu boa defesa de Thiago Rodrigues. O camisa 17 foi o grande nome da partida.

O pior: Torito coleciona erros na saída de bola e é substituído
Com moral, o volante que usou a braçadeira de capitão fez um jogo muito ruim e acabou substituído. Ele errou quatro saídas de bola que quase resultaram em contra-ataque perigoso do Cruzeiro. Em todas, a zaga conseguiu evitar que o vacilo do volante se transformasse em tento do visitante.

Patrick Brey dá movimentação e muda jogo em Curitiba
Contratado logo após a disputa do Campeonato Mineiro, em abril passado, Patrick Brey fez a sua estreia pelo Cruzeiro somente nesta quarta-feira (13), pela 12ª rodada do Brasileirão. O lateral esquerdo foi improvisado na ponta esquerda e fez uma partida muito boa. Aproveitando as brechas nas costas de Júnior, ele chegou com frequência ao ataque e sofreu um pênalti que mudou o rumo do compromisso. Derrubado por Neris na grande área, viu o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA) assinalar penalidade no lance.

Sóbis toma bola de Raniel em pênalti e faz 6º gol no ano
Rafael Sóbis e Raniel tiveram uma pequena discussão para saber quem se responsabilizaria pela cobrança do pênalti sofrido por Patrick Brey, no segundo tempo da partida ocorrida na Vila Capanema. Auxiliado por Dedé, o camisa 7 venceu a disputa e converteu o pênalti para a equipe mineira. Este foi o sexto gol de Rafael Sóbis na temporada. Ele iguala Rafinha e é o terceiro jogador que mais marcou pelo time em 2018, atrás de Thiago Neves e Arrascaeta.

Silvinho marca o 2º em três jogos pelo Paraná
O atacante Silvinho, escalado ao lado de Carlos no ataque do Paraná, voltou a balançar a rede na noite desta quarta-feira (13). Ele aproveitou cruzamento de Júnior para marcar. Foi o segundo gol do atleta em três jogos pela equipe. Ele havia feito diante do Bahia.

Primeiro tempo tem um chute na direção do gol
O primeiro tempo ficou bem abaixo da expectativa em relação à criação de jogadas. Com mais posse de bola nesta etapa - 58,3% -, o Cruzeiro foi responsável pelo único chute que exigiu defesa de um goleiro. Mancuello finalizou aos 45 minutos de partida, sem ângulo. A bola foi defendida por Thiago Rodrigues. Os mineiros ainda deram quatro chutes para fora. Foram duas conclusões do Paraná - ambas longe do gol defendido por Fábio.

Arbitragem irrita o Paraná e Rogério Micale é expulso

Rogério Micale se irritou bastante com a arbitragem de Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa/PA) no confronto válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele crê que o time foi prejudicado pelo trio de arbitragem e acabou expulso no segundo tempo. Pouco tempo depois do cartão vermelho para o treinador, o seu time sofreu um gol de pênalti do adversário.

Cruzeiro tenta criar, mas Paraná adota ferrolho
O Cruzeiro tentou chegar ao ataque com mais frequência no confronto disputado na Vila Capanema. Com mais posse de bola, os comandados de Mano Menezes foram com frequência ao ataque, mas esbarraram na ótima defesa montada pelo Paraná e na falta de pontaria. O time de Rogério Micale se posicionou atrás da linha da bola e adotou uma postura reativa, em busca de contra-ataques. O comportamento do rival fez com que Robinho se queixasse do fato durante o intervalo: "Eles têm 11 jogadores atrás. O time deles só defende e a gente roda, roda. A gente tem que entender que o jogo é assim e a gente tem que vencer".

Ezequiel volta a jogar após quase um mês
Único lateral direito do elenco além de Edilson, Ezequiel não é a segunda opção de Mano Menezes para a posição. O técnico prefere improvisar Lucas Romero no setor a utilizar o atleta que está mais acostumado à função. Sem Edilson, suspenso, o técnico optou por colocá-lo em campo no Estádio Durival Britto e Silva. Ele fez primeira partida desde 19 de maio passado, quando atuou por 90 minutos no revés por 1 a 0 para o Atlético-MG, no estádio Independência.

Cruzeiro utiliza tarja preta em homenagem a Zé Carlos
Nesta noite, jogaremos com uma tarja em nossas camisas simbolizando nosso luto pela morte do ídolo eterno Zé Carlos, que tanto honrou nosso manto pelos campos do mundo.

O Cruzeiro utilizou uma tarja preta na manga direita do uniforme em homenagem a Zé Carlos, falecido na manhã dessa terça-feira (12). Segundo jogador que mais vestiu a camiseta do clube na história, atrás somente de Fábio, o ex-volante tinha 73 anos. O clube informou o fato por meio de seu perfil no Twitter: "Nesta noite, jogaremos com uma tarja em nossas camisas simbolizando nosso luto pela morte do ídolo eterno Zé Carlos, que tanto honrou nosso manto pelos campos do mundo. Respeito máximo ao craque da camisa 8".

Foto: THEO MARQUES/ESTADÃO CONTEÚDO (via UOL)

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    51
  • 2 Pal
    50
  • 3 Int
    50
  • 4 Fla
    48
  • 5 Grê
    47
  • Veja tabela completa