publicidade
Desde a saída de Fábio Carille, o time disputou 6 partidas e ganhou apenas uma

Desde a saída de Fábio Carille, o time disputou 6 partidas e ganhou apenas uma

Do UOL, em São Paulo

Atual campeão brasileiro e paulista, o Corinthians deixa os tempos de calmaria e volta a viver um momento turbulento. Neste sábado (9) à noite, em sua casa, o alvinegro deixou a desejar e ficou no empate com o Vitória por 0 a 0 - com direito à reclamação dos torcedores contra o técnico Osmar Loss.

Desde a saída do técnico Fábio Carille para o Al Wehda, da Árabia Saudita, o time disputou seis partidas e ganhou apenas uma - foram também dois empates e três derrotas. Na classificação geral do Campeonato Brasileiro, a equipe passa a somar 16 pontos e ocupa a oitava posição. Já os baianos se afastam um pouco mais das últimas colocações, com 12 pontos, em 15º lugar.

Antes da pausa para a Copa do Mundo, o Corinthians volta a campo nesta quarta-feira (13), na Fonte Nova, em Salvador, para enfrentar o Bahia. Já o Vitória permanece em São Paulo. Nesta terça-feira (12), no Morumbi, a equipe baiana enfrenta o Tricolor paulista.

Desfalques

Osmar Loss teve trabalho para montar a sua equipe. Por causa de lesões e convocações para as seleções do Brasil e do Paraguai, o treinador não pôde contar com Cássio, Fagner, Balbuena, Jadson, Romero, Clayson, Ralf e Renê Júnior. Já na equipe baiana, Willian Farias, José Welison, Bryan, Juninho, Jonatas Belusso e Walisson Maia não foram liberados pelo departamento médico.

Pressão baiana

Mesmo fora de casa, o Vitória partiu para cima do Corinthians no início da partida. A equipe rubro-negra criou mais oportunidades nos primeiros minutos e deu bastante trabalho para o goleiro Walter, que evitou o gol adversário algumas vezes.

Resposta nos contragolpes e sorte de Elias

O Corinthians respondia à pressão baiana com contragolpes, geralmente puxados por Pedrinho. Já com a equipe mais bem organizada, o alvinegro quase abriu o placar aos 26 minutos. Após cruzamento na área, Sidcley mandou de cabeça e acertou a trave de Elias.

Susto

Ainda no primeiro tempo, os jogadores do Vitória deram um susto. Em uma disputa de bola, Ramon e Jeferson bateram cabeça e caíram no chão. A dupla precisou de atendimento médico, mas pôde voltar a atuar sem restrições. Pouco depois, o mesmo Ramon em disputa de bola com Roger levou um chute no rosto e precisou, mais uma vez, de atendimento.

Tempo quente

Os jogadores passaram a mostrar ainda mas vontade no segundo tempo e alguns exageraram nas divididas. Até mesmo por conta desse "apetite", André Lima chegou a discutir com Pedro Henrique no início da etapa final. Mais tarde, Kanu recebeu o terceiro cartão amarelo no Brasileiro e virou desfalque para a partida do Vitória contra o São Paulo, na terça-feira (12).

Ataque alvinegro

Com a necessidade de buscar o resultado, o Corinthians partiu mais para o ataque na sequência do segundo tempo. A equipe também aproveitou as falhas do adversário para dar trabalho. Quando Cedric errou o domínio, Mateus Vital recebeu na área e tentou a finalização. Apesar de a bola ainda ser desviada por Kanu, tinha a direção ao gol, mas Aderllan afastou o perigo.

Reclamação da torcida

Mais uma vez o público não gostou muito de uma alteração promovida por Osmar Loss. A torcida reclamou e vaiou o treinador quando Mateus Vital saiu para a entrada de Marquinhos Gabriel.

Melhores, Pedrinho e Aderllan

O meia-atacante corintiano mostrou habilidade e preparo para disputar os 90 minutos. Boa parte das jogadas de perigo do alvinegro passaram pelos pés dele. Já Aderllan era quem dava segurança à defesa do Vitória. Apesar de furar uma bola de maneira grotesca, ele impediu vários ataques do adversário.

Pior, Cedric

O lateral-direito não conseguia ajudar na defesa e não deu sequência às jogadas do Vitória.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 X 0 VITÓRIA

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Árbitro: Péricles Bassols Cortez (PE)
Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos do PE)
Cartões amarelos: Gabriel e Sidclay (Corinthians); Kanu, Wallyson (Vitória)
Público e renda: 27.744 e R$ 1.212.745,36

CORINTHIANS: Walter, Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel (Emerson Sheik) e Maycon; Pedrinho, Rodriguinho e Mateus Vital (Marquinhos Gabriel); Roger (Matheus Maitas). Técnico: Osmar Loss.

VITÓRIA: Elias; Cedric, Kanu, Aderllan e Jefferson; Ramon (Rodrigo Andrade), Lucas Marques (Bruno) e Rhayner; Neilton, Wallyson e André Lima (Yago). Técnico: Vagner Mancini.

(Foto: Marcello Zambrana/ AGIF)

 

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa