publicidade
Dorival Júnior conversa com jogadores durante treino

Dorival Júnior conversa com jogadores durante treino

José Eduardo Martins

Do UOL, em São Paulo

Logo após o empate por 2 a 2 com o lanterna Atlético-GO, na quinta-feira, quase todos os integrantes do elenco do São Paulo falaram da falta de confiança. Com apenas 12 pontos conquistados em 13 rodadas, o Tricolor ocupa a 17ª colocação na tabela do Campeonato Brasileiro, abre a zona do rebaixamento e não vence há oito jornadas. Por isso, Dorival Júnior, que dirige o São Paulo pela segunda vez neste domingo, às 16h, contra a Chapecoense, na Arena Condá, tenta encontrar uma maneira de recuperar o moral do time o mais rápido possível.

Na estratégia traçada pelo treinador fora de campo estão as conversas particulares com os jogadores. Apesar de ter pouco tempo no cargo - ele assumiu o cargo de Rogério Ceni na segunda-feira (10) - Dorival aproveita sempre que possível para dar atenção aos atletas. A ideia do treinador é deixar os jogadores mais à vontade no clube. Por isso, até mesmo a visita de familiares no CT da Barra Funda, que não era vista com bons olhos pelo antecessor, é encarada com naturalidade pelo novo técnico tricolor.

No discurso com os jogadores e a imprensa, Dorival também sempre tenta destacar o lado positivo do elenco. A qualidade dos jogadores é ressaltada, assim como o empenho dos atletas durante os treinamentos e no jogo. Por outro lado, ele evita comentar as falhas e o que precisa ser corrigido para as próximas rodadas da competição.

Dorival não está sozinho nesta missão. O São Paulo conta com uma psicóloga, Anahy Couto. Com trabalhos desenvolvidos com a seleção brasileira de handebol, ela fica à disposição do elenco profissional tricolor. A comissão técnica pode recomendar jogadores para conversar com a psicóloga, que também recebe os atletas que quiserem fazer análise.

Quando o treinador considera importante abordar algum tema específico antes de uma partida, Anahy Couto pode ser solicitada para ministrar uma palestra para os jogadores. Tal estratégia já foi adotada por Rogério Ceni em algumas ocasiões. Na Florida Cup, nos EUA, durante a pré-temporada, por exemplo, ela viajou com o elenco, que conquistou o torneio após disputa de pênaltis com o Corinthians.

Ficha Técnica

Chapecoense x São Paulo

Data: 16/7/2017
Horário: 16h (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Henrique Correa e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)

Chapecoense: Jandrei, Apodi, Grolli, Fabrício e Diego Renan; Girotto, Lucas Marques e Lucas Mineiro; Seijas, Tulio de Melo (Perotti) e Lourency. Técnico: Vinícius Eutrópio.

São Paulo: Renan Ribeiro; Bruno, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, e Petros; Gómez, Cueva, e Wellington Nem; Lucas Pratto. Técnico: Dorival Júnior.

Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    53
  • 2 Grê
    43
  • 3 San
    41
  • 4 Pal
    40
  • 5 Fla
    38
  • Veja tabela completa