publicidade
Na próxima rodada, de novo na segunda-feira, o Atlético recebe o Internacional

Na próxima rodada, de novo na segunda-feira, o Atlético recebe o Internacional

Do UOL, em Belo Horizonte

O Atlético-MG entrou em campo pressionado para enfrentar o Bahia. Os resultados da rodada fizeram o time mineiro perder duas posições, além das vitórias dos líderes Flamengo e São Paulo. Mesmo atuando fora de casa, na Fonte Nova, em Salvador, o Galo empatou em 2 a 2 com o Bahia.

Na próxima rodada, de novo na segunda-feira, o Atlético recebe o Internacional, no Independência. Um confronto direto entre o terceiro e quarto colocados do Brasileirão. Já o Bahia voltou para a zona do rebaixamento e no próximo domingo joga contra o Fluminense, no Rio de Janeiro.

Quem foi bem: Yimmi Chará
Em uma partida de poucas boas jogadas, o colombiano Chará foi quem conseguiu apresentar algo diferente. Era a bola chegar nos pés do camisa 11 do Galo para algo acontecer. Foi dele a jogada para o gol de Matheus Galdezani. Com Ricardo Oliveira apagado e Luan muito recuado, Chará foi o único atacante do Atlético que incomodou a defesa do Bahia.

Primeiro tempo se resumiu ao gol
Logo aos quatro minutos o Atlético abriu o placar. A boa jogada de Chará com a conclusão de Matheus Galdezani parecia ser o início de uma grande atuação. No entanto, o bom momento atleticano na primeira etapa ficou apenas nos minutos iniciais. Em desvantagem, o Bahia tomou conta da bola e ocupou o campo de defesa do Galo, que nem sequer conseguiu contra-atacar o adversário. O goleiro Victor foi amarelado aos 39 minutos, por fazer cera, o que indica como o Atlético teve dificuldade para jogar.

Tiago quase faz lá e cá em um minuto
O zagueiro Tiago foi protagonista em dois lances com um minuto de diferença e por pouco ele não fez gol para o Bahia e depois para o Atlético. Aos 16 da etapa final ele subiu sozinho após cobrança de escanteio e cabeceou para fora, o que seria o gol de empate do Bahia. No lance seguinte, o zagueiro foi cortar o cruzamento de Patric e quase encobriu o goleiro Anderson, que conseguiu voltar para o gol a tempo de colocar a bola para escanteio.

Régis recebe amarelo com 14 segundos em campo
Aos 20 minutos o meia Régis entrou no lugar de Vinícius e logo em seguida já recebeu a bola, dentro da área do Atlético. O camisa 20 do Bahia optou por simular e tentar conseguiu um pênalti. Mas a escolha não foi nada boa. O árbitro Wilson Pereira Sampaio mostrou amarelo para Régis, apenas 14 segundos após o jogador entrar na partida.

Cazares retorna ao Atlético e vai mal
Foram três partidas afastado time, enquanto existia a possibilidade de deixar o Atlético. Como não teve acordo, Cazares voltou a ser relacionado e ficou no banco de reservas contra o Bahia. No entanto o camisa 10 do Galo não teve um grande retorno. Foram pelo menos dois contra-ataques em que ele errou passes que deixariam os companheiros em ótima condição.

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa