Na noite de sábado, o goleiro se pronunciou no Twitter e se mostrou muito chateado com o corte

Na noite de sábado, o goleiro se pronunciou no Twitter e se mostrou muito chateado com o corte

Dassler Marques e José Edgar de Matos
Do UOL, em Goiânia e em São Paulo

O palmeirense Fernando Prass fraturou o cotovelo direito antes de Brasil 2 x 0 Japão e foi cortado dos Jogos Olímpicos. A CBF oficializou a substituição do goleiro de 38 anos após realização de exames de imagem na noite deste sábado (30).

Por meio de pronunciamento, o coordenador Erasmo Damiani confirmou o corte de Fernando Prass. Ele confirmou também que a CBF solicitou à Fifa para inscrever um goleiro acima de 23 anos nos Jogos Olímpicos.

Na noite de sábado, o goleiro se pronunciou no Twitter e se mostrou muito chateado com o corte. "Me empenhei muito para realizar o sonho de ser jogador da seleção brasileira. Mas, infelizmente, não será dessa vez (...). Vou me cuidar e voltar ainda mais forte para defender o Palmeiras e, quem sabe, a seleção novamente". Prass já teve uma lesão parecida também no cotovelo direito em maio de 2014. Na ocasião, ficou quase seis meses sem jogar.

Na segunda-feira, Prass machucou o cotovelo (já operado anteriormente) durante um treinamento, mas apenas um edema havia sido constatado. Nos últimos dias, a condição do jogador evoluiu a ponto de ele regressar aos gramados para atividades com bola. Antes da partida na tarde desse sábado, porém, a situação se agravou durante aquecimento feito pelo goleiro no gramado do Serra Dourada. Foi quando Prass teve a fratura no cotovelo.

Há três goleiros na lista de 35 pré-convocados que, em tese, poderiam ser chamados até quarta-feira: Jean (Bahia), Jordi (Vasco) e o experiente Alisson (Roma-ITA). No caso deste, a liberação não deve ser simples, já que a equipe italiana disputa os play-offs da Liga dos Campeões da Europa. Por isso, a entidade quer um goleiro mais velho na Olimpíada.

Reserva imediato lamenta lesão de Prass
Favorito para herdar a vaga de titular, o atleticano Uílson falou depois do jogo em que teve atuação segura, e com boas defesas, contra o Japão. "O Prass a gente não sabe de nada. O professor conversou com ele, sentiu um pequeno incômodo, mas acho que não tira (da convocação). Fiz uma boa partida, quando fui exigido tentei mostrar meu trabalho. A gente está sempre preparado. Não esperava essa oportunidade, mas graças a Deus pude entrar", disse.

O Brasil viaja no domingo a Brasília e completa a preparação para a estreia nos Jogos Olímpicos na próxima quinta, contra a África do Sul. Já os japoneses, no Grupo B da competição, estreiam no mesmo dia contra a Nigéria, em Manaus.

Brasil perdeu goleiro por lesão idêntica antes da Olimpíada 2012
Titular do gol brasileiro em toda a preparação nos Jogos de Londres, o então santista Rafael perdeu a competição por fratura no cotovelo direito. Neto, reserva na ocasião, assumiu o gol e teve desempenho ruim durante o torneio. Mano Menezes então fez nova troca, e definiu o então cruzeirense Gabriel como dono da posição - mas ele também falhou na reta final. O Brasil ficou com a medalha de prata.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    3
  • 2 Pal
    3
  • 3 Pon
    3
  • 4 Cor
    3
  • 5 Grê
    3
  • Veja tabela completa