publicidade
Técnico analisou o resultado e prometeu ser "chato" com os jogadores

Técnico analisou o resultado e prometeu ser "chato" com os jogadores

Dassler Marques
Do UOL, em São Paulo

O treinador corintiano Fábio Carille admitiu a grande vantagem, mas quer cuidados redobrados para os próximos dias. Em análise após Ponte Preta 3 x 0 Corinthians neste domingo, ele analisou o resultado e prometeu ser "chato" com os jogadores para o jogo crucial do Paulistão, domingo que vem, em Itaquera.

"Deixei muito claro em 22 de dezembro quando fui oficializado que seria time de entrega, que faltou ano passado, e organização, como está sendo. Não prometi títulos, mas o torcedor pode esperar um time determinado. Vai ser a semana que mais farei cobranças por uma semana séria", comentou Carille.

"Nosso maior mérito foi em ter a humildade de reconhecer os pontos fortes da Ponte, tirando espaços porque é um time rápido do meio pra frente. A Ponte tem jogadores de velocidade, que concluem muito bem. Foi o grande mérito do Corinthians e dos jogadores", disse também o treinador.

"Fizemos um jogo muito consistente, com jogadores cumprindo muito bem seu papel, entendendo o que era o jogo. Estudamos muito a Ponte desde os jogos com o Gílson Kleina, com o Santos. Saímos com grande vantagem, tem mais uma parte ainda, mas sabemos que é uma grande vantagem", admitiu.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    72
  • 2 Pal
    63
  • 3 San
    63
  • 4 Grê
    62
  • 5 Cru
    57
  • Veja tabela completa