publicidade
Carille não tem a intenção de deixar o Timão tão cedo

Carille não tem a intenção de deixar o Timão tão cedo

Por Band Esportes

A liderança do Corinthians no Brasileirão fazem com que Fábio Carille suba de patamar e passe a ser observado por treinadores e clubes com outros olhos. Se no fim do ano passado ele era apontado como um aluno de Tite e ex-auxiliar técnico, hoje é encarado como um exemplo de bom profissional, professor e alvo de cobiça por times que buscam na mudança de comando uma forma de se reerguer.

Recentemente, pelo menos dois clubes brasileiros e um da China sondaram a situação do treinador. O Atlético Mineiro, no fim do mês passado, antes de contratar Rogério Micale, chegou a entrar em contato com pessoas ligadas ao treinador corintiano para saber a sua situação. O mesmo aconteceu recentemente com o Flamengo, mas em ambos os casos Fábio Carille sequer aceitou abrir negociação e reafirmou o seu compromisso com o Corinthians.

Uma pessoa ligada ao treinador confirmou que houve uma sondagem e explica que os interessados nem conseguiram fazer uma oferta financeira. “Quiseram saber a disponibilidade dele sair do Corinthians, mas já foi cortada a conversa logo de cara. Ele já disse, várias vezes, que só deixa o Corinthians se for demitido e que está totalmente focado apenas no trabalho”, explicou a pessoa, que pediu anonimato.

Situação parecida ocorreu em junho, pouco antes da partida do Corinthians contra o Grêmio, quando representantes de um time da China sondaram o treinador e também não conseguir ir adiante das conversas. A proposta seria de um salário pelo menos cinco vezes maior do que ele recebe atualmente. O interesse assustou o treinador.

O curioso é que, apesar de todo assédio e da excelente campanha no comando do Corinthians, Fábio Carille tem contrato só até dezembro e ainda não foi chamado para tratar da renovação. Pouco antes da decisão do Campeonato Paulista, ele recebeu aumento salarial, mas continuou com o vínculo só até dezembro.

A diretoria do Corinthians e o treinador parecem demonstrar tranquilidade sobre o assunto. A tendência é que a renovação de contrato ocorra sem grandes dificuldades, pois o interesse do acordo sair é recíproco. Embora a eleição para presidência do clube ocorra em fevereiro do ano que vem, a maior parte da oposição também entende que Fábio Carille é o nome ideal para a próxima temporada. Pelo menos por enquanto.

ESCOLINHA DO CARILLE - Além da cobiça dos rivais, Fábio Carille também curte a fase "professor". Ele tem recebido vários jovens treinadores ou candidatos ao posto durante treinamentos no CT Joaquim Grava, em São Paulo. Atualmente, três ex-jogadores têm frequentado os treinos.

O ex-atacante Guilherme, com passagens por São Paulo, Corinthians, Grêmio, Vasco, entre outros, tem acompanhando a forma de trabalhar do comandante corintiano de perto. Assim como o ex-volante chileno Maldonado, ex-São Paulo, Santos, Corinthians, etc.

O ex-lateral-direito Alfinete, que já treinou dezenas de clubes medianos e pequenos pelo Brasil e aposentou como jogador em 1994 também tem acompanhado as atividades de Fábio Carille, como uma espécie de estágio. Em abril, quem apareceu no treinamento foi o ex-atacante Alex Alves, que teve passagens por Portuguesa, Botafogo, Cruzeiro, entre outros.

Alex Alves contou ao Estado que o ponto que mais lhe chamou atenção em relação ao trabalho do treinador é a forma com que ele se relacionado com todos do grupo. “O Carille teve o privilégio de trabalhar muitos anos com o Tite e soube aproveitar isso. Ele tem um jeito calmo e honesto de conversar com os atletas. Eu já fui jogador e sei que os atletas gostam de técnico assim, sincero e que trata do artilheiro ao quinto goleiro da mesma forma. Isso o faz largar na frente dos concorrentes de profissão”, comentou.

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    58
  • 2 Grê
    49
  • 3 San
    49
  • 4 Pal
    47
  • 5 Cru
    47
  • Veja tabela completa