publicidade
Fifa usará alguns campeonatos pelo mundo como teste para a nova tecnologia

Fifa usará alguns campeonatos pelo mundo como teste para a nova tecnologia

Band.com.br

A Fifa confirmou nesta quinta-feira que competições brasileiras vão servir de experimento para a implementação do árbitro auxiliar de vídeo (VARs, em inglês), novidade aprovada pela entidade e pela IFAB, órgão responsável pelas regras do jogo.

Além do Brasil, que vai utilizar no Brasileirão, Estados Unidos, Alemanha, Austrália e Portugal irão testar o VARs nas primeiras divisões de seus campeonatos nacionais. A Holanda também é um dos países-teste, mas também não divulgou em qual campeonato vai usar o recurso.

Em uma primeira fase, para que as equipes se familiarizem com a tecnologia, ela será usada somente “offline”. Ou seja, sem comunicação com o árbitro do jogo. Desta forma, os auxiliares de vídeo não terão impacto nas decisões do jogo.

Depois, será liberado o uso “ao vivo” do recurso, onde a equipe de vídeo estará em contado direto com o trio de arbitragem e poderá ajuda-los nas tomadas de decisões. Essa fase só será iniciada depois que todos os países tiverem tempo de testar por completo o VARs, algo que deve acontecer no início de 2017.

A Fifa também planeja usar a tecnologia em alguns amistosos e competições, e planeja utilizar o VARs “ao vivo” no Mundial de Clubes deste ano, que acontece em dezembro.

“A IFAB acredita que a melhor maneira de responder como o VARs vai melhorar o jogo é testando em diversas regiões, por isso, estamos felizes que já temos competições pelo mundo todo que aderiram aos testes”, disse Lukas Brud, secretário da IFAB.

“Os organizadores dessas competições agora podem instalar e testar os replays de vídeos em partidas conforme o protocolo e após consulta com a IFAB e o Departamento de Inovações Tecnológicas da Fifa”, concluiu.

Depois de autorizado o uso real, cada confederação terá autonomia para decidir quando vai iniciar a fase “ao vivo” do recurso. A IFAB também garante que outros países querem participar dos testes e não descarta que o programa seja ampliado.


Entenda como funciona o VARs

O objetivo do VARs é garantir que nenhuma decisão equivocada seja tomada pela arbitragem, como a marcação de um pênalti, a expulsão de um atleta ou que um cartão seja mostrado a um jogador que não cometeu infração.

O juiz solicita ajuda ao VARs ou o VARs avisa o árbitro que uma decisão precisa ser revista. O lance é revisto pela equipe de vídeo que avisa via rádio sua análise ao juiz. Então, o árbitro decide se acata a recomendação do VARs ou solicita rever o lance em um aparelho à beira do campo. Depois do procedimento, ele decide se mantém ou altera a decisão.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    71
  • 2 Grê
    61
  • 3 Pal
    60
  • 4 San
    59
  • 5 Cru
    56
  • Veja tabela completa