publicidade
Furacão fez 5 a 1 na partida do primeiro turno: equipes fazem campeonato ruim. Foto: Jason Silva/AGIF

Furacão fez 5 a 1 na partida do primeiro turno: equipes fazem campeonato ruim. Foto: Jason Silva/AGIF

Napoleão de Almeida 

Colaboração para o UOL

Agora sai jogo: depois de duas tentativas frustradas, finalmente Chapecoense e Atlético Paranaense colocarão em campo suas equipes, que deveriam jogar pela 20ª rodada em 22 de agosto, mas a falta de condições climáticas em Chapecó impediu o pouso do avião atleticano. Para ambos, será a oportunidade de se reequilibrar com as demais equipes na tabela e encerrar as projeções de pontos. Para o Furacão, em especial, a missão de vencer pela primeira vez fora de casa e, de quebra, encerrar o tabu de nunca ter derrotado a Chape em Santa Catarina.

Desde 1978, quando a Chape jogou seu primeiro Brasileirão, foram seis jogos em Chapecó, com quatro empates e dois triunfos catarinenses. É verdade que a Chapecoense ficou longe da Série A por 36 anos, o que inviabilizou mais encontros entre os times, frequentes na elite desde 2014. Nos últimos quatro jogos em Santa Catarina, foram quatro empates.

Entretanto, além do tabu histórico, o Atlético também desafia a marca de não ter vencido longe de Curitiba nesse Brasileirão. São 12 jogos, com cinco empates e sete derrotas. Pior: o ataque marcou apenas três vezes, com a defesa sofrendo 15 gols longe da Arena da Baixada.

As atuações diante de Palmeiras (0 a 2) e Atlético-MG (1 a 3) ganharam elogios, apesar do jejum mantido. Para o técnico Tiago Nunes, a vitória fora de casa está mais próxima de ocorrer: "O caminho é esse", declarou, em registro no site oficial do clube. "Continuar jogando bem nos credencia a poder vencer fora de casa. Estamos analisando de maneira fria, estatisticamente, os motivos de não conseguirmos essas vitórias fora de casa. Passando isso aos atletas, construiremos nos treinamentos essa primeira vitória. Esperamos que ela possa vir já em Chapecó".

O duelo pode colocar o Furacão até na 10ª posição, conforme o placar do jogo, fazendo com que a equipe abra seis pontos de distância da zona de rebaixamento. Mas uma derrota fará com que a Chapecoense suba a 25 pontos, deixando o Z4 e mantendo o Atlético na área de risco, com apenas três pontos a mais que o eventual 17º colocado.

"Uma vitória oferta a eles a possibilidade real de sair da zona de rebaixamento. Nós já passamos por isso e sabemos o quanto o fator local é importante nesses momentos. Será uma partida muito competitiva, e temos que ter o controle emocional para fazer um jogo equilibrado", projetou Nunes.

CHAPECOENSE X ATLÉTICO-PR

Motivo: 20ª rodada do Campeonato Brasileiro (jogo adiado)
Data/hora: 13/09/2018, às 20h (de Brasília)
Local: Arena Condá, em Chapecó
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Chapecoense
Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Roberto; Elicarlos, Márcio Araújo e Canteros; Diego Torres, Leandro Pereira e Victor Andrade.
Técnico: Guto Ferreira.

Atlético-PR
Santos; Diego Ferreira (Reginaldo), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Raphael Veiga; Marcinho, Rony e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes.

 

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2018

  • Classificação
    Pontos
  • 1 São
    50
  • 2 Int
    49
  • 3 Pal
    47
  • 4 Fla
    45
  • 5 Grê
    44
  • Veja tabela completa