O departamento médico do Palmeiras foi comunicado pela Federação Paulista de Futebol na última segunda-feira

O departamento médico do Palmeiras foi comunicado pela Federação Paulista de Futebol na última segunda-feira

José Edgar de Matos*

Do UOL, em São Paulo

O atacante Alecsandro, que vinha atravessando boa fase com a camisa do Palmeiras e era o vice-artilheiro da equipe no ano, com 10 gols, foi flagrado em um exame antidoping por uso de anabolizantes. O teste foi realizado após o jogo entre Palmeiras e Corinthians, dia 03 de abril, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, o clube alviverde venceu por 1 a 0, gol do atacante Dudu, e Alecsandro atuou como titular durante toda a partida.

O departamento médico do Palmeiras foi comunicado pela Federação Paulista de Futebol na última segunda-feira (06) sobre o flagrante. O jogador também já está ciente do caso, segundo informações apuradas pelo UOL Esporte com fontes próximas ao jogador. Tanto clube, quanto a FPF devem divulgar uma posição oficial nesta terça-feira (07). De acordo com o Código Brasileiro Antidopagem, o atleta será preventivamente suspenso e terá o direito de pedir a contraprova do exame.

A boa fase do atacante nesta temporada garantiu a ele um lugar dentre os titulares após a chegada do técnico Cuca. Contudo, após atuações abaixo da média, acabou no banco de reservas de Gabriel Jesus, que passou a atuar mais adiantado. Lucas Barrios e Cristaldo, outras opções do Palmeiras para a posição, convivem com problemas físicos e ainda não conseguiram emplacar uma sequência de jogos nesta temporada.

Mesmo após perder espaço na equipe titular, Alecsandro segue prestigiado no Palmeiras. O clube recebeu recentemente uma sondagem do Cruzeiro pelo atacante, já que o técnico Paulo Bento havia gostado do desempenho do veterano, mas a negociação acabou não avançando por Alecsandro ser considerado uma peça importante no elenco alviverde.

O processo - Para que seja configurado doping em um atleta no futebol brasileiro, é preciso que se esgote provas e contraprovas. Primeiramente, o exame com coletas de urina dos jogadores é feito em um laboratório credenciado pelas federações.

Caso dê positivo, o caso é encaminhado à comissão antidopagem da CBF, que por sua vez comunica à ABCD (Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem), órgão ligada ao Governo Federal. Em contato com o UOL Esporte, o secretário da ABCD, Marco Aurélio Klein, informou que a secretaria não foi comunicada sobre o suposto exame positivo de Alecsandro.

*Colaborou Bruno Thadeu

Foto: UOL

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações
comments powered by Disqus

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Grê
    6
  • 2 Flu
    6
  • 3 Fla
    4
  • 4 Cha
    4
  • 5 Cor
    4
  • Veja tabela completa