publicidade
Em relação à recuperação, o atleta afirma não ter pressa para retornar

Em relação à recuperação, o atleta afirma não ter pressa para retornar

Daniel Fasolin

Colaboração para o UOL, em Chapecó (SC)

Sobreviventes da tragédia em Medellín, em novembro de 2016, os jogadores Alan Ruschel e Neto comemoraram a vitória da Chapecoense sobre o Zulia-VEN por 2 a 1, nessa terça-feira, na estreia da equipe na Copa Libertadores da América.

A dupla foi inscrita na competição, mas não viajou para a Venezuela, pois ainda se recupera das lesões sofridas no acidente. Eles não veem a hora de estrear na competição continental. "Estou feliz, honrado e emocionado. Depois de tudo que aconteceu, voltar a jogar e, quem sabe disputar a Libertadores, é um sonho realizado. Primeiro realizei o sonho de ser jogador de futebol e após a tragédia posso voltar a jogar. Estou muito feliz e honrado", disse Alan Ruschel em entrevista ao UOL Esporte.

O jogador revelou ter ficado emocionado ao saber da inscrição. "O Nei (vice de futebol) me ligou e perguntou minha numeração na Sul-Americana na semana passada e ele disse que seria a mesma que eu iria usar na Libertadores. Fiquei emocionado, todos sabem do meu empenho e dedicação para voltar a jogar e em alto nível. Estou feliz pelo meu momento", complementou o lateral esquerdo.

Em relação à recuperação, o atleta afirma não ter pressa para retornar. "As coisas estão caminhando bem, da maneira cera e correta. Temos que respeitar o limite do nosso corpo e todos que me acompanham. A ansiedade para voltar é grande e nem tudo é tão simples assim", disse Alan Ruschel.

O zagueiro Neto também não escondeu a felicidade por estar relacionado para a Libertadores da América. "Fiquei feliz. Lógico que ainda é uma incógnita, mas eu sei que vou voltar a jogar. Agredeci muito a diretoria e o (técnico Vagner) Mancini que me deu a oportunidade de estar nesta lista. Eles sabem que a gente vem trabalhando forte para se um dia precisar a gente possa dar nosso melhor em campo", falou Neto, também ao UOL Esporte.

"Minha recuperação está bem. O corpo ainda sente um pouco, tenho dor nas costas e no joelho. Também sinto um pouco de cansaço, mas estou focado para logo estar dentro da Arena, pelo menos treinando com o grupo. Já seria algo especial", explicou o jogador.

Neto, porém, sabe que o verdadeiro presente ele já recebeu. "Na verdade, especial já é estar vivo e agora espero estar dentro de campo", complementou o zagueiro. Ambos continuam a recuperação na Arena Condá diariamente e o corpo médico do clube espera que os jogadores possam ser entregues em breve ao departamento físico para o condicionamento apropriado.

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2017

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Cor
    54
  • 2 San
    44
  • 3 Grê
    43
  • 4 Pal
    43
  • 5 Cru
    40
  • Veja tabela completa