• Em jogo atrasado do Paranaense, Londrina supera o Rio Branco no Café

    - Por Túlio Nassif / há 1 mes

    Redação Bola Furada - Em jogo atrasado pela segunda rodada do Campeonato Paranaense 2017, o Londrina Esporte Clube (LEC) venceu a equipe do Rio Branco pelo placar de 2 a 0. A partida foi realizada no Estádio do Café. Os gols do Tubarão foram marcados por Safira e Germano, em cobrança de pênalti. No lance da penalidade, o Rio Branco ainda teve um jogador expulso, algo que deixou os jogadores do Leão revoltados.

    Buscando a sua segunda vitória no Campeonato Paranaense, o Tubarão começou a partida tomando a iniciativa no ataque, principalmente pelo lado esquerdo, com Ayrton e Fabinho. A primeira oportunidade clara do alviceleste foi do atacante Paulo Rangel, que ganhou a disputa de dois zagueiros e chutou de esquerda, com a bola passando com perigo pelo canto direito do goleiro Dalton . Dois minutos depois, aos 13, Safira também arriscou de longe, mas sem perigo à meta do Rio Branco.

    E foi de Paulo Rangel a melhor oportunidade do primeiro tempo. Aos 19 minutos, em um lance de bola parada, Rafael Gava cruzou para a área, Marcondes cabeceou na trave esquerda de Dalton e Paulo Rangel aproveitou o rebote de primeira, mas a bola subiu demais e foi por cima do gol. O LEC teria mais oportunidades com o trio Safira, Gava e Rangel.

    Já o Rio Branco, que estreava o técnico Ary Marques, passou a maior parte do primeiro tempo na defensiva e realizou o primeiro chute ao gol apenas aos 36 minutos, com o lateral esquerdo Diego Tavares. O segundo e último chute pela parte do Rio Branco foi de Minho, aos 38 minutos. Antes disso, o Leão da Estradinha ainda queimou uma substituição, onde o zagueiro Darlan saiu lesionado e deu lugar para Léo.


    No segundo tempo foi o Rio Branco quem voltou aceso para o duelo. Logo aos 6 minutos, Minho dominou a bola próximo à área alviceleste e chutou colocado, obrigando Alan e realizar a sua primeira grande defesa no jogo. Porém, a reação do Londrina não demorou a aparecer: em cobrança de falta aos 11 minutos, Gava colocou a bola na área e encontrou Safira, que empurrou do jeito que pôde para o fundo das redes: Londrina 1 x 0 Rio Branco.

    Aos 20 minutos, o Londrina teve a chance de ampliar o placar com Paulo Rangel, mas o camisa nove perdeu outra excelente oportunidade quando Celsinho lançou Fabinho, que chegou na linha de fundo e tocou para o atacante, que de frente pro gol, tocou por cima. Atrás no placar,  o Rio Branco não desanimou e teve no mínimo três oportunidades de empatar a partida – duas com Juninho e uma com Thiago Santos, todas esbarrando em boas defesas de Alan.

    E aos 38 minutos, Paulo Rangel dominou a bola na área, recebeu a carga do meia Thiago Santos e foi derrubado na área – pênalti para o Tubarão. Revoltado com a marcação da penalidade, o jogador do Rio Branco foi para cima do árbitro e recebeu o cartão vermelho. Na cobrança, o capitão Germano bateu firme, no canto direito de Dalton: Londrina 2 x 0 Rio Branco. Com os nervos mais

    Com os nervos mais acalmados, o Rio Branco abaixou o ritmo e o Tubarão apenas administrou a vantagem de dois gols. Com a vitória, o Londrina subiu para a terceira posição, com sete pontos, mesma pontuação do quarto colocado J.Malucelli e do quinto colocado Coritiba. O Rio Branco perde a invencibilidade e fica na 7ª colocação da tabela. O único invicto da competição é a equipe do Prudentópolis.

    FICHA TÉCNICA: Londrina 2 x 0 Rio Branco – 2ª rodada – Campeonato Paranaense 2017

    Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
    Data: 15/02/2017 – Horário: 20h
    Arbitragem: Rodrigo Aparecido Pereira – Assistentes: Fabrício da Silva Martins e Alexsandro Euzébio da Silva

    Londrina (2): Alan; Igor Bosel; Ícaro, Marcondes e Ayrton; Germano, França (Celsinho), Rafael Gava e Fabinho (Marcinho); Paulo Rangel e Safira (Bidia) – Técnico: Cláudio Tencati

    Rio Branco (0): Dalton; Oberdan, Darlan (Léo), Leandro e Diego Prates; Minho, Fidel (Juninho), Tiago Pedra (Thiago Santos), Camargo e Rafael Tavares; Rafael Paraíba – Técnico: Ary Marques

    Cartões: Vermelho para Thiago Santos (Rio Branco)

    Gols: Safira (LEC) aos 11 minutos e Germano (LEC) aos 42 minutos do segundo tempo

    Público pagante: 986 / Público livre: 265 / Público total: 1.251 pessoas / Renda: R$ 22.426

    Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube

    Compartilhe:
    Imagem Nuvem de Notificações 9999
  • Diante do PSTC, Londrina vence a primeira no estadual e minimiza "crise"

    - Por Túlio Nassif / há 1 mes

    Redação Bola Furada - Foi uma semana conturbada para o Londrina Esporte Clube (LEC), na qual derrotado pelo Toledo no último final de semana, eliminado pelo Gurupi na Copa do Brasil e, na sequência, fortemente cobrado pela torcida alviceleste. E a "crise" começa a ser minimizada a partir da primeira vitória no Campeonato Paranaense 2017, conquistada neste domingo (12). O Tubarão venceu o PSTC no estádio do Café pelo placar de 3 a 0.

    Os gols acontecerem aos 9 e 18 minutos do primeiro tempo e aos 25 da segunda etapa. O primeiro deles iniciou com uma recuperação de bola do lateral-direito Igor Bosel, que entrou na área e cruzou livre para o meia-atacante Fabinho estufar as redes.

    O segundo gol contou com uma triangulação do estreante Paulo Rangel, tocando de calcanhar para o meio-campo Rafael Gava, que deixou Fabinho novamente na cara do gol.

    Já o terceiro gol contou com a colaboração do adversário. Após passe do atacante Safira, o lateral-esquerdo Ayrton cruzou na área. A bola seria para o atacante Paulo Rangel, mas foi desviada pelo lateral Boré, que acabou marcando contra.

    ENFIM, DESENCANTOU:

    Dos seis jogos oficiais do Londrina no ano, Fabinho esteve fora de apenas um, contra o Avaí, pela segunda rodada da Primeira Liga, na qual permaneceu no banco de reservas.

    O meia-atacante, contratado como reforço para a temporada 2017, marcou os dois gols do jogo, os primeiros com a camisa alviceleste.

    O camisa 10 do Tubarão, por sua vez, deixou o campo macucado aos 16 minutos da segunda etapa


    FICHA TÉCNICA:

    Londrina: Alan; Igor Bosel, Luizão, Matheus e Ayrton; Germano, França (Bidia), Rafael Gava e Fabinho (Júlio Pacato); Safira (Lucas Machado) e Paulo Rangel. Técnico: Claudio Tencati.

    PSTC: Juninho; Paulinho, Júlio Cesar (Rone Dias), Marcão e Boré; Denílson, Somália e Erick; Neverton (Caxambú), Lucão (Federico Niño) e Carlos Henrique. Técnico: Reginaldo Vital.

    Arbitragem: Ivan Correa Laureano – Assistentes: Petergan Picotti Moraes e Alessandro Michel de Oliveira Domiciano.

    Público pagante: 1.198 – Público total: 1.1413 – Renda: R$ 28.406,00

    PRÓXIMOS JOGOS:

    O Tubarão volta a campo nesta quarta-feira (15), a partir das 20h, novamente no estádio do Café. A partida, ainda válida pela segunda rodada do Paranaense, foi alterada em virtude da disputa da Primeira Liga. Por sua vez o PSTC enfrenta o Paraná Clube no próximo domingo (19), às 17h, no estádio Ubirajara Medeiros, em Cornélio Procópio. Esse confronto já é referente a quinta rodada.

    Foto: Wellington Ferrugem/Londrina Esporte Clube

    Compartilhe:
    Imagem Nuvem de Notificações 9999
  • Londrina joga mal, perde para o Gurupi e está fora da Copa do Brasil

    - Por Túlio Nassif / há 1 mes

    Redação Bola Furada - Depois de estrear na Primeira Liga e no Campeonato Paranaense, a noite desta quarta-feira (8) marcou a estreia do Londrina Esporte Clube (LEC) na Copa do Brasil.

    No Tocantins, diante do Gurupi, a equipe alviceleste jogou mal, sofreu com o gramado e com a situação precária do estádio Gilberto Resende, o Resendão.

    Méritos do adversário que conquistou a vitória pelo placar de 2 a 1 e eliminou o Tubarão da competição. Todos os gols aconteceram no primeiro tempo.

    O Gurupi abriu o placar logo aos dois minutos do primeiro tempo. Em um contra-ataque rápido, o meio-campo Patrick recebeu cara a cara com Alan e tocou a bola por cima do goleiro.

    A reação alviceleste ocorreu aos 18 minutos. Após cruzamento do atacante Wellisson, o zagueiro Luizão tentou o cabeceio, mas a bola caiu nos pés do atacante Safira, que chutou no canto direito do goleiro do Matheus Lima.

    Exatos cinco minutos depois, o meio-campo Henrique cruzou a bola na área para mérito e demérito dos Alans da partida. Enquanto o goleiro alviceleste falhou ao sair na bola, o zagueiro Alan Kardec, do Gurupi, foi mais esperto e aproveitou para ampliar o placar.

    Embora com um segundo tempo bastante movimentado, nem mesmo a pressão alviceleste no final do jogo foi capaz de reverter a eliminação do Londrina na Copa do Brasil.


    MUDANÇA NO REGULAMENTO

    A grande novidade da Copa do Brasil 2017 são os jogos únicos da fase inicial. Na primeira rodada, o mando do jogo é do clube com posição inferior no Ranking Nacional de Clubes (RNC) da CBF, neste caso, o Gurupi. Já o visitante, o Londrina, jogava pelo empate para seguir na competição.

    FICHA TÉCNICA: Gurupi 2 x 1 Londrina – 1ª rodada – Copa do Brasil

    Local: Estádio Gilberto Rezende, em Gurupi (TO) – Data: 08/02/2017 – Horário: 21h30

    Arbitragem: Rodrigo Batista Raposo (DF) – Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Lucas Costa Modesto (DF)

    Gurupi: Matheus Lima; Daylon (Leonan), Alan, Helber e Lucas Mineiro; Paulista (Paulo Roberto), Hermerson (Mikael), Henrique Café e Patrick; Jailton e Ederson; Técnico: Roberto Oliveira

    Londrina: Alan; Lucas Ramon, Marcondes, Luizão e Igor Miranda; Germano, França (Júlio Pacato), Rafael Gava e Celsinho; Safira e Wellisson (Lucas Machado). Técnico: Claudio Tencati

    Gols: Patrick aos 3 minutos e Alan aos 23 minutos do 1º tempo para o Gurupi; Safira aos 18 minutos do 1º tempo para o LEC

    SEQUÊNCIA DA COPA DO BRASIL

    O Gurupi enfrentará na segunda rodada da Copa do Brasil o vencedor do duelo entre Figueirense e Rio Branco. A partida será realizada na próxima quarta-feira (15), às 23h30 (horário de Brasília), no estádio do Florestão, no Acre.

    FOCO NOS ESTADUAIS

    Agora o Londrina volta as atenções para o Campeonato Paranaense. Neste domingo (12), o Tubarão volta a jogar no estádio do Café, a partir das 17h, contra o PSTC, válido pela quarta rodada. Já o Gurupi segue sua rotina de treinamentos, já que estreia no Tocantinense somente no mês de março.

    Foto: Wellington Ferrugem/Londrina Esporte Clube

    Compartilhe:
    Imagem Nuvem de Notificações 9999
  • Golaços e expulsões relâmpagos: Londrina perde de virada para o Toledo

    - Por Túlio Nassif / há 1 mes

    Edson Neves/Redação Bola Furada - E o Londrina segue sem vencer no Campeonato Paranaense 2017. Com uma partida a menos e tendo estreado com um empate, o Tubarão foi até Toledo enfrentar o time local e acabou derrotado por 2 a 1. Celsinho abriu o placar para o alviceleste, que sofreu a virada com Rafael Bastos (ex-LEC) e Marquinhos, em um golaço de fora da área.

    Os 15 primeiros minutos de jogo foram truncados. Com o gramado pesado devido à chuva, Porco e Tubarão tiveram dificuldade na criação das jogadas. O alviceleste, porém, foi muito mais incisivo, principalmente nas bolas paradas, com Celsinho e Rafael Gava. E aproximadamente na terceira oportunidade de bola parada, aos 26 minutos do primeiro tempo, o Londrina balançou as redes. Na cobrança de escanteio de Rafael Gava, a bola passou por Safira e encontrou Celsinho, livre no segundo pau, para completar com categoria – de peito, para a meta do Toledo. Londrina 1 a 0.

    Depois do gol, o LEC teve mais uma boa oportunidade de gol com Safira. E o Toledo conseguia, aos 31 minutos, o seu primeiro chute ao gol. Dois minutos depois, em uma jogada de linha de fundo, Felipe Recife invadiu a área e foi derrubado por França. O volante do Toledo reclamou de pênalti, não marcado pelo árbitro Rafael Traci. O jogador do Porco justificou que o atleta alviceleste visou apenas o contato físico ao invés de recuperar a posse de bola.

    O Londrina ainda teve outra chance de ampliar o placar com Rafael Gava, que aproveitando passe de Igor Bosel em um rápido contra-ataque do Tubarão, chutou rasteiro, com perigo, no canto direito do goleiro Alcacis. E cumprindo o ditado de “quem não faz, leva”, o Toledo chegou ao empate aos 42 minutos. Em uma jogada ensaiada, bola levantada na área alviceleste, o goleiro Alan saiu mal na bola, o zagueiro Pablo desviou de cabeça, a bola sobrou para Rafael Bastos que, livre de marcação, completou de cabeça para o gol. Toledo 1 x 1 Londrina.

    O segundo tempo começou com expulsões relâmpagos. Logo aos 11 segundos, em uma saída de bola rápida do time do Toledo, o meia Celsinho impediu o avanço ao ataque do jogador do Toledo com empurrões e foi expulso. O argumento do árbitro Rafael Traci é de que o meia alviceleste e o zagueiro do Porco, Jean Pablo, teriam trocado agressões. Ambos foram para o chuveiro mais cedo.

    No 10 contra 10, o Toledo foi superior ao Londrina. Mesmo assim, foi o LEC quem teve primeira chance da etapa final, com um cabeceio de safira, aos 12 minutos. No complemento do ataque, Marquinhos aproveitou o contra ataque e com um belo chute, obrigou Alan a fazer uma boa defesa. E seguindo um outro ditado, “água mole em pedra dura – tanto bate até que fura”, o Toledo conseguiu a virada. O mesmo Marquinhos, que minutos atrás havia obrigado o goleiro alviceleste a efetuar uma grande defesa, arriscou de fora da área e acertou o ângulo direito de Alan: Toledo 2 x 1 Londrina.

    Com Julio Pacato e Lucas Machado nos lugares de Rafael Gava e Celsinho, e posteriormente com a entrada de Igor Miranda no lugar de França, o Tubarão conseguiu retomar o controle do jogo, mesmo ficando mais expostos aos rápidos contra-ataques do Toledo. Nos quinze minutos finais, o Toledo equilibrou a partida, fazendo com que o alviceleste, pressionado, não conseguisse mudar o placar.


    Ficha Técnica: Toledo 2 x 1 Londrina – 3ª rodada – Campeonato Paranaense

    Local: Estádio Municipal 14 de Dezembro, em Toledo (PR)
    Data: 05/02/2017 – Horário: 17 horas
    Arbitragem: Rafael Traci – Assistentes: Flávio Augusto Alves e Maurício José Braga

    Toledo: Leandro Alcasis; Felipe (Jonathan), Jean Pablo, Guilherme e Fandinho; Eurico, F.Recife, Rafael Bastos (Carlão), Léo Gonçalves e Marquinhos; Weverton (Reinaldo) – Técnico: Rodrigo Cascca

    Londrina: Alan; Igor Bosel; Luizão, Marcondes e Ayrton; Germano, França (Igor Miranda), Rafael Gava (Julio Pacato) e Celsinho; Fabinho (Lucas Machado) e Safira – Técnico: Cláudio Tencati

    Gols: Celsinho (LEC), aos 26 minutos do 1º tempo; Rafael Bastos (TOL) aos 42 minutos do 1º tempo e Marquinhos (TOL) aos 18 minutos do 2º tempo.

    Cartões: Vermelho para Celsinho (LEC) e Jean Pablo (TOL) – aos 11 segundos do 2º tempo

    Público total: 1.489 (1.334 pagantes)   Renda: R$ 35.500

    Podendo entrar na zona de rebaixamento

    Com uma rodada a menos, o Tubarão terminou a partida na décima colocação, com apenas um ponto. Caso o Coritiba vença o clássico contra o Paraná, o alviceleste cairá para a 11ª colocação, entrando na zona de rebaixamento. A vitória fez com que o Toledo subisse três posições e ficasse na quarta colocação, com quatro pontos. Lembrando que o Porco também possui uma partida a menos que os demais.

    Copa do Brasil

    Agora, a equipe do técnico Claudio Tencati concentra os seus esforços para a partida contra o Gurupi (TO), válida pela Copa do Brasil. O Tubarão viajará 1.500 km para a estreia na competição.

    Foto: UOL

    Compartilhe:
    Imagem Nuvem de Notificações 9999
  • Mesmo fora de casa, Londrina domina e vence o Avaí

    - Por Túlio Nassif / há 1 mes

    Redação Bola Furada - Londrina e Avaí se enfrentaram na noite desta terça-feira (31), no estádio da Ressacada, válido pela segunda rodada da Primeira Liga. Sem seus titulares, embora realizado em solo catarinense, o Avaí viu o Tubarão ditar o ritmo do jogo do início ao fim.

    O primeiro tempo ficou marcado por um gol impedido do volante Germano, boas defesas do goleiro Douglas Friedrich, e um pênalti polêmico de mão na bola, ou, bola na mão, conforme relatou o árbitro Leandro Vuaden.

    Já na etapa complementar o Avaí iniciou uma pressão, que durou somente os 20 primeiros minutos de jogo. Na sequência, o Tubarão teve novamente o controle do jogo, criou boas oportunidades e só foi garantir a vitória aos 44 minutos.

    Após boa jogada de Julio Pacato, que deixou o banco de reservas, o meio-campo cruzou na segunda trave para o atacante Safira. O camisa 9  mergulhou de cabeça para tocar a bola caprichosamente no canto do goleiro Douglas, decretando a segunda vitória consecutiva do Londrina na competição.

    CLIMA DE RIVALIDADE:

    Mesmo não fomentado pelas equipes, o duelo entre Avaí e Londrina trouxe um clima de rivalidade, que vem desde o ano passado. Pela Série B do Campeonato Brasileiro 2016, na 37ª rodada, as equipes se enfrentaram no estádio do Café, praticamente valendo o acesso à primeira divisão nacional.

    Naquela ocasião o Avaí levou a melhor, ao vencer o Tubarão pelo placar de 1 a 0, com gol do atacante Diego Jardel. O mesmo placar, com um gol anotado pelo mesmo jogador, também se repetiu na 18ª rodada, quando as equipes de enfrentam  no estádio da Ressacada.


    FICHA TÉCNICA

    Avaí: Douglas Friedrich; Léo, Salazar, Maurício e João Paulo; Ferdinando, Caio César e Lucas de Sá e Gustavo Santos (Marcelinho); Santarém (Junior Dutra) e Vitor (Iury). Técnico: Claudinei Oliveira

    Londrina: Alan; Igor Bosel, Luizão, Matheus, e Igor Miranda; Germano (Julio Pacato), França, Rafael Gava (Marcinho) e Celsinho; Lucas Machado (Wellisson) e Safira. Técnico: Claudio Tencati.

    Arbitragem: Cristian Eduardo Gorski da Luz (RS) – Assistentes: Adolfo Pereira Borges (RS) e Fabricio da Silva Martins (RS).

    Público total: 1.637 torcedores   Renda: R$ 19.182,00

    PRIMEIRA LIGA:

    Os dois primeiros de cada grupo avançam às quartas de final. São apenas três jogos nesta fase inicial. O Londrina matematicamente ainda não está classificado. A situação do Grupo D é a seguinte:

    Londrina: 6 pontos – 2 J
    Paraná Clube: – 3 pontos – 1 J
    Avaí: 0 ponto – 2 J
    Figueirense: 0 ponto – 1 J

    O término da fase inicial da Primeira Liga será marcada pelos clássicos. Enquanto o Londrina recebe o Paraná Clube no estádio do Café, o Avaí visita o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli. As partidas serão realizadas nos dia 21 de fevereiro e 1 de março, respectivamente.

    FOCO NO ESTADUAL:

    Sem muito tempo para descansar, o Londrina volta a campo já neste domingo (5), a partir das 17h, diante do Toledo, fora de casa, válido pela terceira rodada do Campeonato Paranaense.

    O confronto referente a segunda rodada, contra o Rio Branco, foi transferido para o próximo dia 15, a fim de atender o Regulamento Geral de Competições.

    A mudança foi necessária em virtude do confronto entre Avaí e Londrina, pela Primeira Liga, já que a rodada do estadual será disputa neste meio da semana.

    No caso do Avaí, aí sim pela segunda rodada, mas pelo Campeonato Catarinense, o desafio será contra o Metropolitano. O jogo acontece nesta quinta-feira (2), às 21h, novamente no estádio da Ressacada.

    Foto: Site oficial do Avaí

    Compartilhe:
    Imagem Nuvem de Notificações 9999
Exibindo 5 de 300 Notícias

SOBRE O COLUNISTA

Apaixonado por programas esportivos de rádio e televisão, desde a infância é frequentador desses meios de comunicação. Formou-se em jornalismo e logo em seguida pós-graduou em Comunicação Jornalística, pois visava trabalhar com esportes. Mais tarde, concluiu o MBA de Master em Gerência e Administração para entender o mundo dos negócios.