publicidade
Pensar em si mesmo e priorizar a estabilidade na competição são os caminhos para fazer frente ao Alvinegro

Pensar em si mesmo e priorizar a estabilidade na competição são os caminhos para fazer frente ao Alvinegro

Com 60% das partidas realizadas na quarta-feira, 12, a décima terceira rodada do Campeonato Brasileiro foi marcada pela vitória de todos os visitantes. Algo que não causa nenhuma surpresa, pois o torneio está mais nivelado do que em temporadas passadas. O único fato que distingue, é a regularidade positiva do Corinthians, que segue invicto.

O Alvinegro faz uma campanha espetacular e já há quem diga, que a taça está muito próximo de aterrissar no Parque São Jorge.

Realmente vai ser muito difícil parar essa arrancada que vem desde o Paulistão. Mas convenhamos, não é impossível.

Porém, a questão não é somente segurar tal ascensão, tendo em vista que uma hora ou outra, certamente haverá alguém que por sorte ou competência, derrubará o Timão.

A maior dificuldade será em manter os resultados, ou seja, construir um caminho sem falhas para que na subida da tabela não aconteça nenhuma interferência, pois encostar ou até mesmo ultrapassar o atual líder, se tornou a maior missão deste campeonato.

Esqueça o título por enquanto, o foco agora é outro.

Repetir o feito corintiano não é para qualquer um e sabemos disso. Elencos considerados potencialmente caros, devido a quantidade de craques neles inclusos, seguem apenas como coadjuvantes do Brasileirão.

Portanto, a primeira tarefa que deve ser adotada, para o presente molde do campeonato, é a cautela. Deixar de pontuar em partidas consideradas fáceis, será uma baixa muito pesada no fim das contas.

Sendo assim, pensar em si mesmo e priorizar a estabilidade na competição são os atalhos para fazer frente e assustar o “sossegado” Corinthians, virtual campeão de 2017.

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

Apaixonado por programas esportivos de rádio e televisão, desde a infância é frequentador desses meios de comunicação. Formou-se em jornalismo e logo em seguida pós-graduou em Comunicação Jornalística, pois visava trabalhar com esportes. Mais tarde, concluiu o MBA de Master em Gerência e Administração para entender o mundo dos negócios.

Arquivos