publicidade
Boa semana com vitórias improváveis, viradas, goleadas e duelos de três tempos

Boa semana com vitórias improváveis, viradas, goleadas e duelos de três tempos

Que semana!

O mediano São Paulo perdeu.

O comum Corinthians empatou.

O Galo goleou.

O milionário Palmeiras ganhou do fraco Peñarol.

Precisou de um “Terceiro Tempo” especial.

Mais um pouco tomo o lugar de Eduardo Baptista, berraram as redes sociais em “trending topics” da madrugada de quarta ou da manhã de quinta.

Mas sério mesmo é o jogo da política.

“Craques” famosos pegos em faltas graves ou em discutíveis impedimentos.

Maluf, em “péssima fase”, segue invicto no Petrolão como esteve no Mensalão.

Mas anda morrendo de medo de voltar a Brasília.

Tem medo de ser roubado.

Zebra não é só no futebol.

Mas, algo raro, como linguiça comendo o cachorro.

E quanta fome têm nossos extraordinários jogadores políticos do “Brasil FC”, hein?

Fazem golaços milionários como que seus bolsos fossem a meta adversária.

E quem toma esses gols são os goleiros honestos do Brasil.

Cerca de 99% da população do País!

Se jogador de futebol quando perde sempre alega que “vamos partir para outra”, “hoje não deu, fomos infelizes”, “a sorte jogou contra” e “Deus é grande”, nos inéditos clássicos da delação não impedida dos tribunais as saídas são copiadas e frágeis.

“Nunca recebi”, “sou inocente”, “está tudo declarado”, “minhas contas foram aprovadas” e a maior de todas: “estou à disposição da Justiça”.

Ora, mas isso não é qualquer concessão, mas óbvia obrigação de todos nós!

Meu Deus, como se roubou!

E agora quanta gente com o rabo entre as pernas, hein?

Bem feito!

Ladrões diretos e indiretos.

Gargantas profundas como jamais se viu na história deste País.

Ladrões de Série A, B, C, D, E, F e G.

“G” de gatunos.

Titulares e reservas.

Intermediários, mulas e homens-correio.

Indicadores e indicados.

E será que tem no meio indicado traído por indicador propineiro que não dividiu o arrecadado com seu “testa”?

Pior só o sujeito bater na mãe por achar que nasceu feio por culpa dela.

Tudo é uma bagunça, parece briga de torcida.

Ah, como deve ser bom ter dinheiro obtido honestamente!

Dorme-se o justo sono dos queridos e tranquilos baianos.

Aliás, tudo começou por lá com Pedro Álvares Cabral errando o caminho e acertando na bamba.

Pedro deve estar arrependido.

De vergonha!

E Cristo então?

Morreu “nesta” sexta-feira, ressuscitou “hoje” e levou um susto com o feito de nossos “abnegados homens defensores do povo deste país tão religioso”.

“Judas, perto dessa turma, foi um ponta-direita reserva do 23º time de másters do Jerusalém EC”, declarou Cristo hoje no Canal 33 da TV do Céu em Rede Mundial.

Que todos os ladrões, de todos os partidos, passem a nadar eternamente no “Tacho do Capeta”.

Antes, teremos “A Mãe de Todos os Clássicos” no embate Moro x Lula!

O juiz paixão nacional e o grande líder (queiram ou não) frente a frente pela primeira vez!

Merecia TV ao vivo porque Pedro Álvares Cabral e Cristo também querem ver em tempo real.

Imagem: Reprodução/Google

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

Milton Neves Filho, nasceu em Muzambinho-MG, no dia 6 de agosto de 1951.

É publicitário e jornalista profissional diplomado. Iniciou a carreira em 1968, aos 17 anos, como locutor na Rádio Continental em sua cidade natal.

Trabalhou na Rádio Colombo, em Curitiba-PR, em 1971 e na Rádio Jovem Pan AM de São Paulo, de 1972 a 2005. Atualmente, Milton Neves apresenta os programas "Terceiro Tempo?, "Domingo Esportivo? e "Concentraçã... Saiba Mais

Arquivos