publicidade
O voto de Nunes surpreendeu a todos, é claro

O voto de Nunes surpreendeu a todos, é claro

A cena mais patética da semana aconteceu em Moscou, durante o Congresso da Fifa para a escolha das sedes da Copa do Mundo de 2026.

Mesmo com tudo alinhado com a Conmebol para que a CBF votasse na candidatura conjunta de Canadá, Estados Unidos e México, Coronel Nunes, presidente da CBF desde a suspensão de Del Nero, acabou apoiando a zebra Marrocos.

O voto de Nunes surpreendeu a todos, é claro.

Inclusive a Conmebol, que já estuda até expulsar o atual presidente da CBF de seu conselho.

Aí, na saída do Congresso, Nunes tentou abafar a polêmica, alegando que pensava que o voto era secreto.

Quando avisado por jornalistas que o voto era público, o cartola ainda tentou contornar a embaraçosa situação: “Estados Unidos e México já fizeram Copa, não é? Seria bom se fosse Marrocos”.

Bobagem...

Foi tudo muito – muito mesmo – bem pensado pela cúpula da entidade máxima do futebol brasileiro.

O voto no Marrocos foi uma forma de a CBF “se vingar” dos Estados Unidos, a terra do FBI, que escancarou para todo o mundo os malfeitos dos cartolas brasileiros nas últimas décadas.

Como se o “País do Tio Sam” ou seus eficientes investigadores tivessem alguma culpa.

E a Copa de 2026 acontecerá mesmo na América do Norte e com... 48 seleções!!!

Virou festa!

Será um Mundial com uns quatro ou cinco candidatos ao título, com 15 coadjuvantes e com mais 28 países folclóricos da bola.

Periga ficar tão arrastado e chato quanto os nossos longuíssimos estaduais.

Só falta transformar em um campeonato por pontos corridos...

E a bola já rola na Rússia desde a quinta-feira, mas a Copa começa “para valer” no próximo domingo, com o Brasil em campo diante da regular seleção da Suíça.

Estou confiante, mas temo por Neymar.

Os beques cavalos do Mundial, que o odeiam, vão mirar suas ferraduras no dedinho operado do craque do PSG.

Que ele esteja realmente 100% recuperado, senão...

Neymar que, assim como o sacaneado Julen Lopetegui, ex-técnico da Espanha, deverá ir para o Real Madrid após o Mundial.

Ainda mais voltando agora a sentir, depois de um ano de Campeonato Francês, o gostinho de disputar novamente uma grande competição, como a Copa.

Bom, e é isso aí, meus amigos, curtam muito a sempre tão aguardada Copa do Mundo.

São 30 dias que costumamos guardar para sempre em nossa memória e em nossas retinas.

E que a nossa seleção faça bonito, diferentemente de 2014 e do Coronel Nunes, o cartola que quis fazer birra com os EUA e com o FBI e acabou cavando a própria cova.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

Milton Neves Filho, nasceu em Muzambinho-MG, no dia 6 de agosto de 1951.

É publicitário e jornalista profissional diplomado. Iniciou a carreira em 1968, aos 17 anos, como locutor na Rádio Continental em sua cidade natal.

Trabalhou na Rádio Colombo, em Curitiba-PR, em 1971 e na Rádio Jovem Pan AM de São Paulo, de 1972 a 2005. Atualmente, Milton Neves apresenta os programas "Terceiro Tempo?, "Domingo Esportivo? e "Concentraçã... Saiba Mais

Arquivos