publicidade
O desenho animado cai como uma luva para a situação de uma dupla em 2017. Reprodução

O desenho animado cai como uma luva para a situação de uma dupla em 2017. Reprodução

Um dos meus desenhos animados favoritos, até hoje (por que não?), é aquele do gambá e da gatinha: Pepe Le Gambá, no original, Pepe Le Pew, da Warner Bros.

A pobre gatinha, Penélope, teve suas costas "batizadas" de tinta branca, quando passeava com sua dona por um cais. Um desleixado pintor derramou o líquido do andaime em que estava trabalhando, retocando a lateral de um navio, de onde provavelmente haviam desembarcado a mulher e sua graciosa felina.

Sua vida tornou-se um inferno.

Pepe, um simpático mas fedorento gambá, apaixonou-se pela gata, achando que ela também fosse de sua espécie.

Ela, coitada, por mais encantada que pudesse estar às investidas do galenteador (boba seria se não ficasse lisonjeada), não aguentava um segundo ao seu lado...

Bom, mas o que o desenho tem a ver com velocidade e carros?

Explico: Penélope, ofegante, corria em desabalada carreira, passava zunindo por calçadas parisienses, tirava "finas" impressionantes de postes e hidrantes.

Enquanto isso, o saltitante Pepe, quase em câmera lenta, respiração compassada e pressão 12 por 8, a alcançava para um longo, apertado e apaixonado abraço. Às vezes, até um estalado beijo...

O preâmbulo do desenho animado é para compará-lo à situação vivida pela atual dupla da Red Bull na F1: o australiano Daniel Ricciardo e o holandês Max Verstappen.

Não, não sugiro um affair como no desenho, mas vislumbro semelhança na maneira como os pilotos se comportam nas pistas.

Ricciardo está para Pepe na mesma proporção que Verstappen está para Penélope.

Enquanto o jovem Max dá espetáculo, corre feito um desesperado, tirando "finas" de guard-rails, Daniel, mais experiente, administra seus passos com parcimônia, sorrindo com sua boca cheia de dentes, sabendo que no final chegará na frente. Está nadando de braçadas no campeonato, vantagem abissal, 132 a 67 pontos.

Na F1, assim como na vida, o suave movimento das marolas, tipo água mole em pedra dura, pode provocar efeitos mais intensos ao longo do tempo do que um impetuoso mas breve tsunami...

ABAIXO, O MOMENTO DO ACIDENTE DE TINTA QUE "DESGRAÇOU" A VIDA DA GATINHA...

Ricciardo, paciente como Pepe, domina Verstappen. Foto: UOL

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL BELLA MACCHINA DO YOUTUBE. ENTREVISTAS COM PILOTOS E O PROGRAMA "NOTAS DO CARSUGHI", COM O MESTRE AO LADO DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI FALANDO SOBRE F1, MOTOGP, STOCK CAR WEC, F-E, INDY E MUITO MAIS

CLIQUE NO LOGO ABAIXO PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

COLUNAS: CLIQUE AQUI E ACESSE OS TEXTOS DE MARCOS JÚNIOR MICHELETTI NO PORTAL TERCEIRO TEMPO

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

No 2º ano do primário, sua professora, a dona Mitsy, escolheu sua redação para que ele a lesse para toda a sala. Depois, as professoras de todas as outras séries do primário o convocaram para a mesma tarefa.

Após essa "maratona?, dona Mitsy lhe disse uma única frase, que ficou ressoando em sua cabeça por todos os anos que seguiram:

"Marcos, nunca deixe de escrever!?

Durante o 2º grau, um... Saiba Mais

Arquivos