publicidade
Tite deve permanecer mas a maioria desse grupo não estará no Catar. Foto: Buda Mendes/Getty Images

Tite deve permanecer mas a maioria desse grupo não estará no Catar. Foto: Buda Mendes/Getty Images

Por João Antonio de Carvalho

Passado o baque pela eliminação brasileira para a Bélgica, na Rússia, o pensamento agora é no novo ciclo, visando Catar 2022, que deve ter a permanência de Tite no comando da seleção.

A CBF quer o treinador, e Tite gostaria de poder trabalhar um ciclo inteiro, e não quebrado, como aconteceu em sua chegada no meio das eliminatórias. Outro ponto a favor dele é que o principal jogador do time, o mimado Neymar, apóia o técnico.

Mas o certo é que com Tite ou sem ele, a seleção terá de passar por grande reformulação para a próxima Copa. A maior parte dos titulares e também boa parte dos reservas não terá idade para conseguir disputar mais um mundial, como Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Paulinho, Renato Augusto, Willian e vários outros.

Com isso vem aí mais uma renovação e claro que ainda é cedo, mas dá para afirmar que a base é muito boa, com nomes que até já poderiam estar nesse mundial. Vamos analisar o que Tite, ou um novo treinador, tem hoje em mãos para o futuro.

Goleiro: É uma posição que pelo menos num primeiro momento não deverá ter grandes mudanças. Alisson, apesar de não ter sido muito testado, tem 25 anos, e seu reserva Ederson, que fez grande temporada no City, tem 24, com isso os dois devem começar o ciclo brigando pela posição.

Lateral-direita: É a posição que requer mais cuidado nesse momento. Apesar de Danilo ter 26 anos, ele não agradou quando esteve em campo e as duas contusões na mesma Copa podem enfraquecer uma nova convocação. Isso abre espaço para William, ex-Inter, que fez grande campeonato alemão pelo Wolfsburg. Bernardo, do Leipzig, que joga nas duas laterais corre por fora.

Zaga: Dos zagueiros que foram a Rússia é certa a permanência de Marquinhos, do PSG, que tem somente 24 anos e chegou a ser titular em boa parte da era Tite. Ao seu lado pode aparecer Jemerson, do Monaco, que também foi usado pelo treinador e tem 25 anos. Outras opções são Marlon, do Barcelona, e até Felipe, do Porto, que tem 29 anos mas é velho conhecido de Tite dos tempos de Corinthians.

Lateral-esquerda: É uma posição que não deve dar dor de cabeça para Tite. Já que existem pelo menos quatro ótimos nomes com idade para 2022. O mais experiente é Alex Sandro, da Juventus, que tem 27 anos. Wendell, do Leverkusen, tem 24. Os dois já foram chamados pelo treinador. Mas Tite pode apostar suas fichas em Guilherme Arana, do Sevilla, de 21 anos, com quem trabalhou no Corinthians. Outro bom nome é Jorge, ex-Fla e agora no Monaco, que tem 22 anos.

Meio-campo: Depois de fazer uma grande Copa e ter sua falta sentida na derrota para a Bélgica, Casemiro, de 26 anos, é nome certo. Ao seu lado Tite poderá escolher entre duas grandes revelações do futebol brasileiro, Arthur, de 21 anos, comprado pelo Barcelona, e Lucas Paquetá, do Flamengo, de 20 anos, que pode atuar mais adiantado. Outras opções são Douglas, do Manchester City, de 20 anos, e Maycon, que foi comprado pelo Shakthar e tem somente 20.

Para atuar mais adiantado Tite com certeza vai manter Phillipe Coutinho, que tem 26 anos e fez uma boa Copa, principalmente nos primeiros jogos. Outro nome é Luan, do Grêmio, que tem 25, mas ainda não convenceu totalmente o treinador. Fred, que foi comprado pelo Liverpool, tem somente 25 anos, e não pode ser totalmente descartado.

Ataque: Nesse setor sobram opções para o treinador, começando pela manutenção de Neymar, que tem 26 anos e deve continuar a ser a referência do time. Ele poderá contar com ótimos jovens companheiros que já começaram a mostrar talento, como Vinicius Junior, de 18 anos, vendido pelo Flamengo ao Real, Rodrygo, de 17, que também foi comprado pelo time merengue, Paulinho, ex-Vasco, também de 17, que foi para o Leverkusen e também David Neres, ex-São Paulo, de 21 anos, que está arrebentando no Ajax. Dougas Costa, que já tem 27, deve iniciar o ciclo, já que fez uma boa Copa, mas não acredito que chegue em 2022.

Se pelas pontas esses nomes devem suprir as necessidades do treinador, no meio do ataque ainda existem dúvidas. Gabriel Jesus tem somente 21 anos, mas saiu chamuscado do mundial e terá de correr atrás da confiança do treinador e da torcida. Isso abre a possibilidade de Roberto Firmino, mesmo com 26 anos, continuar a ser chamado. Outras boas apostas são Pedro, do Fluminense, de 21 anos e 1m85, e o jovem Lincoln, do Flamengo, de 17.

Podemos ver que o próximo treinador, seja ele Tite ou algum outro, terá em mãos um bom material para iniciar os trabalhos para 2022, vai depender apenas da estrutura que ele terá, pois vai continuar convivendo com muitos jogadores, ou quase todos, na Europa, e pouco tempo de treinamento.

Vejam só esse time: Ederson, William, Marquinhos, Jemerson e Wendell, Casemiro, Arthur, Lucas Paquetá e Coutinho, Neymar e Vinicius Junior ou Rodrygo. Não dava para ter disputado até essa Copa em alto nível? Eu acho que sim.

Compartilhe:
Imagem Nuvem de Notificações

SOBRE O COLUNISTA

Jornalista com passagens pela Rádio Jovem Pan, Sportv e Fox Sports é especialista em esportes olímpicos.

Arquivos